noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

O Vasco pode perder pontos por escalar Clayton?

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 758

Pin O Vasco pode perder pontos por escalar Clayton? Goal
O Vasco pode perder pontos por escalar Clayton? Goal

O Vasco pode perder pontos por escalar Clayton?

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 758

Uma possível irregularidade começou a ser debatida nesta segunda-feira; entenda o caso todo o caso e a situação do atleta.

Uma notícia de bastidores está agitando os clubes que brigam contra o rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Na noite desta segunda-feira, Paulo Vinícius Coelho, no 'Fox Sports', alertou sobre uma possível irregularidade envolvendo o jogador Clayton, do Vasco da Gama.

A informação foi debatida entre os times que lutam contra o descenso e chegou-se a levantar a possibilidade de perda de pontos da equipe cruzmaltina. O Vasco está em décimo lugar, nove pontos à frente do Fluminense, time que abre o Z-4.

O Vasco pode perder pontos pela escalação de Clayton?

Caso haja o entendimento de que o Vasco é o terceiro clube que Clayton defendeu neste Brasileirão, o clube pode ser punido com a perda de três pontos se for julgado com base no Artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD):

"Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente.
PENA: perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais). (NR)."

Qual a situação de Clayton?

 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Clayton (@claytonoficial23) em

Clayton é jogador do Atlético-MG, porém começou o Brasileirão representando o Bahia. Ele ficou no banco de reservas do tricolor baiano em dez oportunidades e entrou em campo uma vez, contra a Chapecoense, em 28 de julho.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Clayton (@claytonoficial23) em

Em agosto, Clayton foi devolvido ao Galo e foi relacionado para dois jogos - ele ficou no banco nas duas oportunidades. Ele não tomou nenhum cartão nesses dois jogos mas assinou as súmulas dos jogos. Após esses dois jogos, o Vasco contratou o atacante por empréstimo.

 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Clayton (@claytonoficial23) em

Pelo clube carioca, Clayton já entrou em campo. Ou seja, em um mesmo campeonato, o jogador representou três clubes diferentes, porém, jogou apenas em dois deles.

O que diz o regulamento sobre a situação de Clayon?

O artigo 46 do Regulamento Geral das Competições (RGC) diz:

"O atleta que já tenha atuado por 2 (dois) outros Clubes durante a temporada, em quaisquer das competições nacionais coordenadas pela CBF e integrante do calendário anual, não pode atuar por um terceiro Clube, mesmo que esteja regularmente registrado".

Porém, o Artigo 43 explica o que seria "atuar".

"O fato de ser relacionado na súmula na qualidade de substituto não será computado para aferir o número máximo de partidas que um atleta pode fazer por determinado Clube antes de se transferir para outro de mesma competição, na forma do respectivo REC. Parágrafo único - Se, na condição de substituto, o atleta vier a ser apenado pelo árbitro ou pela Justiça Desportiva, será considerada como partida disputada pelo infrator, para fins de quantificação do número máximo a que alude o caput deste artigo".

Qual o posicionamento do Vasco?

Tanto ao 'UOL Esporte' quanto ao 'Globo Esporte', a diretoria vascaína falou em “tranquilidade” com relação a isso. Aos dois veículos, diretores do Vasco garantiram que o clube consultou a CBF antes de inscrever o atleta.

“Do ponto de vista jurídico, nós não temos a menor dúvida de que não existe qualquer irregularidade. Isso me parece muito mais uma tentativa de virada de mesa de quem corre o risco de cair. E virada de mesa é algo que não cabe mais nos dias de hoje. Além do que, o Vasco não é a Portuguesa”, afirmou Alexandre Campello, presidente do Vasco, ao 'globoesporte.com', citando o caso de 2013 envolvendo a Lusa e o Fluminense.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 38K RANK 1
LEITURAS 120M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook