noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

O XI ideal da fase de grupos da Champions

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 +12k

Pin O XI ideal da fase de grupos da Champions. BeSoccer
O XI ideal da fase de grupos da Champions. BeSoccer

O XI ideal da fase de grupos da Champions

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 +12k

As estatísticas do 'ProFootballDB' são claras. Após as seis rodadas da Champions, esses homens são os mais importantes e comporiam um excelente XI.

Seis dias cheios de emoção, de objetivos, de defesas incríveis e, também, de uma surpresa ocasional. A Champions League encerra sua primeira fase e agora há um intervalo de dois meses até o início das oitavas de final.

Mas não se preocupe, porque no BeSoccer e no ProFootballDB não negligenciamos a competição das estrelas. A fase de grupos terminou e aqui deixamos os onze ideais.

Começando com o gol, Keylor Navas tem sido um dos mais proeminentes. O goleiro do PSG tem sido fundamental para que sua equipe seja a primeira do grupo com 16 dos 18 pontos possíveis, apenas empatando com o Real Madrid, para o qual sofreu os dois únicos gols que a equipe recebeu.

Na lateral esquerda, destaca-se a figura de Nicolás Taglaifico. Sim, o Ajax caiu eliminado, mas seu desempenho foi o melhor do time holandês, com suas perigosas investidas pela lateral. No lado direito, o destque foi Achraf Hakimi. Pouco se pode dizer sobre o marroquino, além de que manteve o Borussia vivo contra o Inter com dois gols. No total, ele marcou quatro.

O par de zagueiros é formado por Kalidou Koulibaly e Gabriel Paulista. O de Napoli continua a se revalorizando um jogo após o outro e parece novamente que vai deixar a equipe italiana. O mês de janeiro pode ser fundamental na sua situação. O brasileiro, por outro lado, tem sido um dos sustentos do Valencia por causa de sua força quando se trata de parar o rival. 

O meio é formado por três conhecidos na Espanha. Rodrigo estreou no City e arranca suspiros de Pep Guardiola com uma atuação superlativa. Dani Parejo, por outro lado, continua mostrando que está no melhor momento de sua carreira e é o capitão indiscutível deste Valencia que sonha grande. Toni Kroos, finalmente, recuperou sua melhor versão nesta nova temporada e ajudou um Real Madrid que passou de menos para mais na competição.

Com seis bolas de ouro, pouco mais resta a ser dito sobre Leo Messi. Sua história é contada sozinha. Embora uma partida e meia tenha sido perdida, ele voltou a ser o melhor em Barcelona. Dois gols e três assistências para fechar a classificação dos 'culés' como primeiro do grupo. Toda vez que pulava no campo, deslumbrava o fechamento de um 2019 em que voltava a fazer história.

A dupla de ataque, finalmente, não pôde ser formada por outros jogadores além de Erling Haaland e Robert Lewandowski. O polonês marcou em cinco dos seis jogos e foi o artilheiro da fase de grupos. O único que o acompanhou até o último dia foi o jovem norueguês. Embora RB Salzburg tenha sido eliminado da competição, seus oito gols em sua estréia entre os maiores, com apenas 19 anos, despertaram grandes expectativas. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 39K RANK 1
LEITURAS 125M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook