noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Pânico na ilha

Pin O Real Madrid sofre e perde em Mallorca. EFE
O Real Madrid sofre e perde em Mallorca. EFE

Pânico na ilha

O Mallorca recebeu a visita do Real Madrid e acabou consquitando uma vitória épica. Os donos da casa conseguiram três pontos importantes na luta contra o rebaixamento e ligaram os alertas no time do Bernabéu.

O Real Madrid foi até o arquipélago balear, mas precisamente na maior ilha do conjunto, Mallorca. Alí encarava a equipe de mesmo nome de olho na liderança do Campeonato Espanhol. 

Era um jogo de contrastes. O Real queria tirar o Barcelona do topo da tabela de classificação e reconquistar o lugar que ocupava até a rodada anterior. Já o Mallorca lutava para sair da zona do rebaixamento. 

De um lado o time 13 vezes campeão da Champions, com um orçamento gigantesco e grandes estrelas. Do outro, o humilde time recém-chegado na elite do futebol espanhol e sem grandes estrelas. 

Mas isso é futebol amigão, e esse esporte é o que é porque dentro de campo são onze contra onze e tudo pode acontecer. Por isso, esse esporte apaixona e conquista admiradores por todo o mundo. 

Com desfalques importantes, Zidane apostou na ousadia colocando um time super ofensivo para o duelo contra o Mallorca. Isco, James, Vinicius, Benzema e Jovic na frente e apenas Casemiro na contenção. 

Já com a bola rolando, o primeiro chute foi do time madrilenho, Isco recebeu na entrada da área e bateu para o gol, mas Reina ficou com ela. O primeiro chute pode ter sido do Real, mas o primeiro gol foi o Mallorca, e é isso que importa. 

Aos seis minutos do primeiro tempo, Lago Junior recebeu pela ponta esquerda, puxou para dentro e invadiu a área entortando Odriozola. O camisa 11 bateu com a perna direita e balançou as redes de Courtois. 

O pânico estava instaurado no madridismo, mas ainda poderia piorar. Sete minutos depois, veio a segunda bola na rede, após uma falha grotesca de Militão, Budimir marcou, mas o bandeirinha marcou o impedimento. O gol não valeu, para alívio 'merengue'.

O Real sentiu o golpe e Vinicius voltou a ser protagonista em um time sem brilho. Também é preciso reconhecer a boa partida de James, o colombiano deixou boas impressões e surge como um opção interessante.

Jovic quase não tocou na bola, Isco lento e sem ritmo, Odriozola completamente perdido na marcação, Casemiro sacrificado pelo esquema, Militão que não encontra forma de encaixar, Courtois que não inspira confiança... enfim, foi um dia duro para o madridismo. 

Além das arrancadas de Vinicius e de uma bola no travessão de Benzema após um belo lançamento de James, o Real Madrid quase não criou oportunidades reais de gol. 

Zidane demorou para mexer no time e somente aos 65' colocou Rodrygo e Valverde em campo, já na reta final da partida o francês promoveu a estreia de Brahim, que entrou no lugar de Vinicius. 

Para piorar a situação, Odriozola cometeu uma falta em Lago Junior, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida, deixando a equipe com apenas dez em campo. 

O Real tinha a bola, mas não conseguia marcar. O Mallorca estava mais do que satisfeito com o resultado e fez de tudo para segurar o jogo. No fim, vitória dos donos da casa e pânico do lado madrilenho, que agora tem outro pesadelo pela frente, só que pela Champions. 

Com a vitória o Mallorca alcançou os 10 pontos e deixou a zona de rebaixamento da competição. Agora, o time de Vicente Moreno é o 14º colocado. Já o Real Madrid perdeu a liderança para o arquirrival Barcelona, além da invecibilidade no torneio. 

O time da capital espanhola muda o chip e começa pensar na Champions, onde enfrenta o Galatasaray na próxima terça-feira, em Istambul. O Mallorca volta a campo por LaLiga no próximo final de semana, quando visita o Leganés. O Real não entra em campo já que 'El Clásico' foi adiado. 

Rafael Alexandre Coelho

Rafael Alexandre Coelho

noticias 418 RANK 9
LEITURAS 2M RANK 9
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook