noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Patrocinadores ameaçam deixar Santos se Robinho for contratado: quem já se manifestou?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 557

Pin Patrocinadores ameaçam deixar Santos se Robinho for contratado. Goal
Patrocinadores ameaçam deixar Santos se Robinho for contratado. Goal

Patrocinadores ameaçam deixar Santos se Robinho for contratado: quem já se manifestou?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 557

Um parceiro já se desvinculou do clube e outros está ameaçando tomar o mesmo caminho; o prejuízo financeiro ao Peixe pode ser grande

A contratação de Robinho pelo Santos já está começando a causar impactos financeiros ao clube. Diversos patrocinadores já estão ameaçando romper o contrato com o clube caso o jogador, condenado por violência sexual, seja mantido no clube. Um parceiro já se desligou do clube.

Desde que o interesse do Santos em repatriar Robinho foi divulgado, muitas críticas começaram a ser feitas ao clube por querer contratar um atleta julgado e condenado por estupro na Itália. Após o anúncio da contratação e a divulgação de áudios do jogador, a revolta contra o Peixe aumentou.

Mas não foram só os torcedores que se manifestaram contra a contratação de Robinho, diversos patrocinadores do clube já se colocaram contra e ameaçam romper o contrato caso o jogador siga no clube. Um deles, inclusive, já se desligou do clube.

A grande questão para as maracas é ter o seu nome associado a um condenado por violência sexual. Desta forma, atitudes imediatas já foram cobradas sob risco de perder os contratos.

Quem já rompeu o contrato de patrocínio?

Por enquanto, a única empresa que já desvinculou seu nome ao do clube foi a Orthopride, rede de franquias da área de ortodontia estética. 

Com contrato para expor a marca no número da camisa santista até fevereiro de 2021, empresa rompeu o contrato com o clube na quarta-feira (14), antes mesmo da divulgação dos áudio de Robinho pelo GE.com.

"Nós temos enorme respeito pela história do Santos. Mas neste momento decidimos pelo rompimento do contrato de patrocínio. Nosso público é majoritariamente feminino e, em respeito às mulheres que consomem nossos produtos, tivemos que tomar essa decisão. Queremos deixar claro que não fomos informados previamente sobre a contratação do Robinho, fomos pegos de surpresa pela imprensa no fim de semana", disse Richard Adam, diretor de operações da empresa ao GE.com.

Quem já se manifestou?

Sem contra a Orthopride, o Santos possui outros nove patrocinadores/parceiros comerciais, dos quais sete se manifestaram.

KICALDO

A marca de alimentos, que estampa as mangas da camisa do Peixe, foi a primeira a se manifestar em suas redes sociais. Nesta sex-feira (16), a empresa foi ao Instagram cobrar um posicionamento do Santos a respeito de Robinho. Veja a nota:

"Após acesso à reportagem do GE, comunicamos ao Santos F.C. que, caso o clube não rescinda o contrato com o jogador em questão, retiraremos nosso patrocínio. A Kicaldo repudia todo tipo de violência, e por isso vamos seguir agindo sempre de acordo com nossos valores."

        Ver essa foto no Instagram                  

Após acesso à reportagem do GE, comunicamos ao Santos F.C. que, caso o clube não rescinda o contrato com o jogador em questão, retiraremos nosso patrocínio. A Kicaldo repudia todo tipo de violência, e por isso vamos seguir agindo sempre de acordo com nossos valores.

Uma publicação compartilhada por Kicaldo • Alimentos (@kicaldoalimentos) em 16 de Out, 2020 às 10:39 PDT

PHILCO

A empresa de produtos eletrodomésticos e patrocinadora master do Santos, também foi às redes sociais fazer o seu posicionamento e ameaçar o rompimento do contrato: 

"A Philco vem a público informar que já encaminhou nota ao Santos Futebol Clube. E manifesta que repudia veementemente a contratação do atleta Robinho, após a constatação dos fatos.

Sempre mantivemos forte parceria com o time e seus torcedores, porém neste momento exigimos a rescisão imediata com o atleta.

Caso contrário, a Philco irá revogar o contrato, pois a situação não compactua com os valores da marca. NENHUM ATO DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER DEVE SER TOLERADO"

        Ver essa foto no Instagram                  

A Philco vem a público informar que já encaminhou nota ao Santos Futebol Clube. E manifesta que repudia veementemente a contratação do atleta Robinho, após a constatação dos fatos. ⠀ Sempre mantivemos forte parceria com o time e seus torcedores, porém neste momento exigimos a rescisão imediata com o atleta. ⠀ Caso contrário, a Philco irá revogar o contrato, pois a situação não compactua com os valores da marca. NENHUM ATO DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER DEVE SER TOLERADO.

Uma publicação compartilhada por Philco Brasil (@philcobrasil) em 16 de Out, 2020 às 11:17 PDT

KODILAR

A Kodilar, que também atua no ramo alimentício e estampa o meião do time, foi outra a se manifestar nas redes sociais dizendo não querer ser penalizada pela contratação de Robinho: 

"A Kodilar aguarda o posicionamento do Santos para informar aos patrocinadores o que será feito. Pedimos para que o caso seja solucionado o mais rápido possível, porque nossa empresa tem imagem positiva em tudo o que faz. Não queremos ser penalizados por isso".

        Ver essa foto no Instagram                  

A empresa KODILAR ALIMENTOS, uma das patrocinadoras do Santos Futebol Clube vem a público apresentar sua posição oficial em relação a contratação do jogador “Robinho”, acusado e condenado em primeira instância pela justiça Italiana por violência sexual. . Atuando a mais de 30 anos no ramo alimentício, e tendo um grande público feminino, não pode concordar com a postura do clube patrocinado. A contratação de um atleta condenado por crime sexual, mesmo que em primeira instância, é inadmissível e a Kodilar não compactua com esse tipo de postura. . Assim, em sendo mantida a contratação do atleta, a Kodilar Alimentos deixará de ser patrocinadora do clube santista promovendo a rescisão do contrato.

Uma publicação compartilhada por Kodilar Alimentos (@kodilaroficial) em 16 de Out, 2020 às 2:40 PDT

TEKBOND

A marca de adesivos epóxi, publicou nota nas redes sociais na qual disse repudiar a contratação e, que se nenhuma atitude for tomada pelo Santos, vai cancelar o patrocínio - que estampa o peito da camisa alvinegra.

"A Tekbond repudia toda e qualquer situação de violência e promove o respeito à diversidade e a inclusão em suas operações.

A empresa não teve conhecimento prévio sobre a contratação ou intenção do clube em contratar jogadores.

Manifestamos nossa preocupação sobre o fato ao Santos assim que soubemos e, neste momento, a continuidade do nosso patrocínio está condicionada ao cancelamento da contratação do jogador pelo clube" 

        Ver essa foto no Instagram                  

A Tekbond repudia toda e qualquer situação de violência e promove o respeito à diversidade e a inclusão em suas operações. A empresa não teve conhecimento prévio sobre a contratação ou intenção do clube em contratar jogadores. Manifestamos nossa preocupação sobre o fato ao Santos assim que soubemos e, neste momento, a continuidade do nosso patrocínio está condicionada ao cancelamento da contratação do jogador pelo clube.

Uma publicação compartilhada por Tekbond (@tekbond_oficial) em 16 de Out, 2020 às 11:20 PDT

FOXLUX

A empresa de produtos de Iluminação, Ferramentas, Materiais Elétricos e Utilidades também se posicionou nas redes sociais, dizendo não ter influência na contratação de atletas, mas pedindo um posicionamento do clube, sob pena de cancelamento do patrocínio na barra traseira da camisa.

        Ver essa foto no Instagram                  

O Grupo Foxlux sempre acreditou e continua acreditando no esporte como ferramenta de transformação das pessoas além de ser uma estratégia de impulsionamento de nossas marcas. Continuaremos fazendo isto em todas regiões que atuamos, focados no resultado positivo que o esporte pode construir. Reforçamos que o contrato de patrocínio a um clube de futebol profissional não nos dá nenhuma ingerência nas ações operacionais do clube incluindo contratação e dispensa de seus profissionais, porém os fatos dos últimos dias, de forma direta, acabam impactando nossas marcas e conflitam com nossos valores de atuação. Desta forma e diante das novas divulgações apresentadas solicitamos ao Santos Futebol Clube informações de quais ações serão tomadas em relação ao ocorrido para que possamos decidir as melhores atitudes a serem adotadas. Reforçamos que a decisão do Clube quanto aos profissionais que ali trabalham cabem apenas ao clube, e para nós, como patrocinadores, cabe buscar a associação a propriedades que nos tragam boas experiências e percepções. O certo é que o Grupo Foxlux tem em seus valores "atuar de maneira ética e respeitosa seguindo as normas da empresa e principalmente as regras e leis dos mercados em que atuamos" e tomaremos as atitudes necessárias inclusive o cancelamento do contrato se preciso para evitar o vínculo com situações que não compactuam de nossa atuação no Brasil mesmo que de forma indireta como é este caso.

Uma publicação compartilhada por Foxlux (@foxluxbrasil) em 16 de Out, 2020 às 11:25 PDT

Outras duas patrocinadoras se posicionaram ao blog do Rodrigo Capelo, no GE.com.

CASA DE APOSTAS

A marca que estampa o ombro da camisa do Santos foi outra a ameaçar encerrar a parceria caso o clube prossiga com a contratação de Robinho: 

"Como uma das patrocinadoras do Santos, a Casa de Apostas está atenta a todas as movimentações e informações envolvendo a contratação de Robinho. Diante dos novos fatos, notificamos o clube sobre a impossibilidade da continuidade do contrato de patrocínio caso se mantenha a decisão em prosseguir o vínculo com o jogador. Aguardamos a decisão final da diretoria do clube até segunda-feira para definirmos o futuro da parceria."

UNICESUMAR

A Universidade, que estampa o calção do Santos, também afirmou repudiar ações de violência e não ter influência nas contratações e pediu um posicionamento do clube:

"A Unicesumar esclarece que não tem nenhuma influência sobre as atividades de contratação do Santos, bem como, autoridade em qualquer de suas operações administrativas, como definição ou pagamento de salários de atletas ou colaboradores do clube. Repudiamos qualquer ato de violência e buscamos sempre promover ações para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e solidária. Estamos em contato com o Santos e aguardamos um posicionamento do time."

Além destes, a Brahma, que tinha patrocínio com o clube até o final de setembro, interrompeu as conversas para a renovação enquanto Robinho for atleta do clube, conforme informado por meio de nota.

        Ver essa foto no Instagram                  

O contrato de patrocínio entre a Cervejaria Brahma e o Santos Futebol Clube se encerrou no dia 1º de outubro deste ano e não foi renovado. Repudiamos veementemente os fatos relatados e não discutiremos sobre a renovação enquanto o jogador tiver contrato com o clube. Agradecemos ao clube pela parceria nesses últimos anos e seguimos ao lado das torcedoras e dos torcedores.

Uma publicação compartilhada por Brahma Oficial (@brahmacerveja) em 16 de Out, 2020 às 12:43 PDT

Quem ainda não se manifestou?

A Umbro, fornecedora do material esportivo do Santos não emitiu nenhum nota ou conversou com qualquer veículo de reportagem sobre o caso.

A Oceano2B2, que estampa a barra frontal da camisa do alvinegro, também não tratou do assunto publicamente.

Caso Robinho

O jogador de 36 anos foi condenado a nove anos de prisão pela Justiça italiana pelo estupro coletivo de uma jovem albanesa, de 23 anos, em 2013. A defesa ainda está recorrendo quanto à pena, enquanto o jogador se declara inocente das acusações.

Após a divulgação da transcrição de áudios e conversas do jogador pelo GE.com, a defesa de Robinho se posicionou por meio de nota oficial:

"1. O jogador reitera que não cometeu o crime do qual é acusado e que sempre que se relacionou sexualmente foi de maneira consentida; 

2. Taxativamente não houve violência sexual tampouco admissão de culpa nas interceptações telefônicas, o que fica claro quando analisadas na integralidade e no contexto correto; 

3. Por se tratar de processo sigiloso e ainda em curso, estamos impedidos de falar sobre o mérito das acusações. Entretanto, sobre a divulgação em si, deve ser esclarecido que há nos autos provas suficientes da inocência de Robinho - as quais infelizmente não foram divulgadas na matéria - e outras que ainda serão apresentadas à Justiça italiana, que certamente levarão à sua absolvição. Há diversas conversas interceptadas que não foram corretamente traduzidas para o idioma italiano, o que levou ao equívoco de interpretação.

4. Confiamos plenamente na Justiça italiana, no sucesso do recurso defensivo e na reforma da decisão, conscientes de que a submissão do feito às instâncias superiores permite justamente evitar erros judiciários e condenações injustas. 5. Por fim, Robinho agradece o apoio da torcida do Santos Futebol Clube e, como pai de família e atleta, faz questão de ressaltar que repudia todas as formas de violência"

BeSoccer

BeSoccer

noticias 56K RANK 1
LEITURAS 155M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook