noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

PSG espanta a zebra com virada nos acréscimos

Pin Kylian Mbappé e Neymar comandaram virada sobre a Atalanta. AFP
Kylian Mbappé e Neymar comandaram virada sobre a Atalanta. AFP

PSG espanta a zebra com virada nos acréscimos

Daniel Fraga por Daniel Fraga @besoccer_es - 0 +10k

O PSG garantiu sua vaga nas semifinais da Champions League com uma virada relâmpago contra a Atalanta. A vitória por 2 a 1 foi conquistada a partir dos 89 minutos e teve protagonismo de Neymar e Mbappé.

Atalanta e PSG entraram no gramado do Estádio da Luz, em Lisboa, tentando avançar rumo às semifinais em busca de um título que seria inédito para os dois clubes.

Sem Di María, suspenso, nem Mbappé, que iniciou o jogo na reserva devido à recente lesão de tornozelo, Neymar assumiu a responsabilidade no ataque e foi um dos protagonistas nos primeiros 45 minutos.

O brasileiro driblou, apareceu em todos lados do campo, pediu a bola e somou finalizações. No entanto, falhou na precisão e desperdiçou duas chances claras quando esteve livre de frente para o goleiro Sportiello.

Os italianos souberam aproveitar as chances e deram trabalho a Keylor Navas desde o primeiro minuto, com chute de Papu Gómez, mas o gol que abriu o placar sairia somente aos 26 minutos.

Após dividida de Zapata com a zaga do PSG na entrada da área, a sobra ficou com Pasalic, que chutou cruzado de primeira com o pé esquerdo e mandou a bola para o fundo da rede de Keylor Navas.

Ainda antes do intervalo, Hateboer e Neymar voltariam a levar perigo aos goleiros adversários. Apesar da desvantagem, os franceses não conseguiram pressionar o suficiente e teriam de tentar a virada no segundo tempo.

Após a volta dos vestiários, o time treinado por Thomas Tuchel intensificou suas ações ofensivas, mas foi a Atalanta quem finalizou primeiro, com chutes de De Roon e Djimsiti.

O técnico alemão reagiu colocando Mbappé em campo aos 60 minutos da etapa final e a postura do ataque passou a ser mais incisiva. Kylian e Neymar comandaram uma pressão que exigiu inúmeras defesas de Sportiello. No entanto, a dupla de craques pecava na hora de finalizar. Sempre faltava um pouco de força e pontaria.

Choupo-Moting e Draxler também tiveram finalizações na pressão final do PSG, mas não chegaram perto de assustar o goleiro italiano. Quando a zebra parecia estar definida, um outro brasileiro mudou a história do jogo: Marquinhos.

Aos 89 minutos, um cruzamento da direita encontrou Neymar. O camisa 10 recebeu, dominou e mandou para o meio da área, onde seu compatriota estava para empurrar para dentro.

A pressão acabou com a felicidade dos italianos, que viram a virada aos 92 minutos. Em jogada pela esquerda, Mbappé recebeu passe brilhante de Neymar se aproximou da linha de fundo e cruzou rasteiro para Choupo-Moting marcar o dele e comemorar com os companheiros.

Já não havia tempo suficiente para a Atalanta tentar novo milagre e recolocar a zebra na disputa. A semifinal da Champions League será realizada na próxima terça-feira (18) e o Paris Saint-Germain fica na espera do vencedor da partida entre RB Leipzig, da Alemanha, e Atlético de Madrid.

Daniel Fraga

Daniel Fraga

noticias 436 RANK 10
LEITURAS 1M RANK 11
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook