noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

As vendas mais caras na história do Flamengo

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 536

Pin As vendas mais caras na história do Flamengo. EFE
As vendas mais caras na história do Flamengo. EFE

As vendas mais caras na história do Flamengo

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 536

Nomes como Vinícius Júnior, Lucas Paquetá e Jorge deram respiro as contas do Rubro-Negro nos últimos anos.

Reconhecido pelas grandes vendas, especialmente nos últimos anos , o Flamengo fez altas cifras exportando seus jovens talentos e as utilizou para montar um time de estrelas no futebol brasileiro . Mas a fama do Rubro-Negro de vender bem seus atletas não vem só de agora.

A receita para uma fórmula que vem fazendo sucesso é simples: uma categoria de base produtiva, gerando grandes promessas, bem como uma situação financeira - recentemente - menos instável, possibilitando que o time recuse ofertas menores e não precise de vendas estratosféricas, ano a ano, para manter as contas no azul.

Mas quais são as maiores vendas da história do Flamengo? Quem entra na lista e quem pode entrar, no futuro? Confira o levantamento realizado pela 'Goal'  .

Quais são as maiores vendas mais caras na história do Flamengo?

Para efeitos de comparação, a escolha adotada foi utilizar os valores em euro no momento da venda. Vale lembrar que cada negociação aconteceu em um momento cuja cotação da moeda estava diferente - além de outros critérios como inflação e correção monetária.

Confira a lista:

1 Vinícius Jr. - Real Madrid - 45 mi em 2017

2 Lucas Paquetá - Milan - 38,40 mi em 2018

3 Reinier - Real Madrid - 30 mi em 2019

4 Pablo Marí - Arsenal - 16 mi em 2020

5 Adriano - Inter de Milão - 13,19 mi em 2001

6 Léo Duarte - Milan - 11 mi em 2019

7 Reinaldo - PSG - 10 mi em 2003

8 Jorge - Monaco - 9 mi em 2017

9 Jean Lucas - Lyon - 8 mi em 2019

10 Cuéllar - Al-Hilal - 7,5 mi em 2019 

Duas vendas em potencial que podem ser realizadas pelo Flamengo nos próximos dias entrariam na lista: Éverton Ribeiro e Yuri César.

O primeiro interessa ao Al-Nassr, dos Emirados Árabes. A pedida dos Rubro-Negros seria de 10 milhões de euros - divididos entre sete milhões em um valor fixo e três milhões por metas a serem cumpridas - para que o titular absoluto retornasse ao mundo árabe. O jogador já teria dado o OK para a negociação. Caso seja vendido por esse valor, Éverton Ribeiro se tornaria a oitava maior venda da história do clube.

Já Yuri César, atualmente emprestado ao Fortaleza, já está praticamente vendido ao Al Shabab , do Qatar, e apenas detalhes separam as duas partes. O atacante de 20 anos se destacou na temporada e será negociado por cerca de 4,9 milhões de euros. Assim, se tornaria a 16ª maior venda da história do clube.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 64K RANK 1
LEITURAS 167M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook