noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

Qual foi a última vez que o São Paulo foi líder do Brasileirão?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 2 2,000

Pin São Paulo pode ser líder pela primeira vez na edição de 2020 do Brasileirão. EFE/Fernando Bizerra
São Paulo pode ser líder pela primeira vez na edição de 2020 do Brasileirão. EFE/Fernando Bizerra

Qual foi a última vez que o São Paulo foi líder do Brasileirão?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 2 2,000

Caso vença o Goiás nesta quinta-feira (3), o Tricolor será líder do Campeonato Brasileiro pela primeira vez na edição de 2020

Após dois anos sem liderar o Brasileirão, o São Paulo pode voltar à primeira posição da tabela da competição. Basta vencer o lanterna Goiás, nesta quinta-feira (3), às 19h (de Brasília), em jogo adiado da primeira rodada do campeonato.

O time comandado por Fernando Diniz vive um bom momento, apesar da instabilidade nos bastidores. Depois de completar um mês invicto em novembro, quer continuar vivo na briga pela taça, que o Tricolor não levanta desde 2008.

Entrando na reta final do Brasileirão, o clube do Morumbi está de pé na luta para levantar o troféu: é o atual vice-líder da competição, com 41 pontos, um a menos do que o líder Atlético-MG, mas com dois jogos a menos. Assim, se vencer, assumirá a primeira colocação.

E já faz algum tempo que o torcedor são-paulino não sabe o que é dormir na liderança do Campeonato Brasileiro. Após bom começo de 2018, o São Paulo passou 2019 inteiro - e 2020, até aqui - sem aparecer na ponta da tabela.

A última vez que o Tricolor foi líder do Brasileirão aconteceu em 30 de setembro de 2018, na 27ª rodada daquela edição da competição. Com o empate por 2 a 2 diante do Botafogo e as vitórias de Palmeiras e Internacional na rodada, o time comandado por Diego Aguirre perdeu a liderança. De lá em diante, o clube do Morumbi não conseguiu retornar à primeira colocação.

Na partida, Jean Carlos abriu o placar para os cariocas, logo aos 5 minutos, mas Diego Souza empatou, aos 8. Kieza, então, aplicou a lei do ex aos 25. No segundo tempo, Gonzalo Carneiro saiu do banco e marcou o seu primeiro gol com a camisa do São Paulo, mas não foi o suficiente e a equipe deixou dois pontos para trás no Engenhão.

O time, naquela rodada, foi escalado com Sidão; Bruno Peres, Bruno Alves, Ânderson Martins e Edimar; João Rojas, Hudson, Jucilei e Reinaldo; Nenê e Diego Souza. Dos 11 titulares, só Bruno Alves, Reinaldo e Rojas ainda estão no Tricolor, com os dois primeiros sendo titulares. O elenco também tinha Tréllez, Carneiro, Luan, Brenner (que não entrou em campo) e Liziero no banco de reservas.

Assim, após 783 dias de seca, o São Paulo pode voltar a ser líder do Brasileirão. Como fará um jogo adiado, caso vença, dormirá na liderança pelo menos até domingo (6), quando o Atlético-MG volta aos gramados para enfrentar o Internacional, no Mineirão.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 61K RANK 1
LEITURAS 163M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook