noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Quem tem Messi tem tudo

Pin Quem tem Messi tem tudo. AFP
Quem tem Messi tem tudo. AFP

Quem tem Messi tem tudo

O Barcelona foi até o Wanda Metropolitano, tomou um sufuco danado do Atlético de Madrid, principalmente no primeiro tempo, mas saiu com uma vitória graças a ele: Leo Messi.

Um jogo cercado de muita emoção, com ingredientes internos e externos que apimentaram o duelo entre Atlético de Madrid e Barcelona, no Wanda Metropolitano. 

Primeiro, o jogo era importante para ambos. O Barcelona para recuperar a liderança do Espanhol e o Atlético para se meter outra vez nos postos de Champions League. 

Outro tema que colocava tempero no jogo, era a visita de Griezmann ao estádio que foi a sua casa por alguns anos. E a recepção não foi hostil, como era de se esperar. Ratos e lixo na placa que leva o seu nome no estádio, além de vaias e faixas dentro de campo. 

Para a partida de hoje, além de um temporal que caia em Madri, tivemos mudanças nas escalações das equipes. Simeone colocou Saúl na lateral-esquerda, deixando Lodi no banco e Valverde optou por Rakitic no meio de campo. 

Quando a bola rolou, o Atlético saiu para morder. E por muito pouco não abriu o placar logo aos seis minutos. Após cobrança de escanteio, a bola chegou em Hermoso que tentou o cruzamento, a bola desviou em Junior e tocou o pé da trave de Ter Stegen. 

Ter Stegen aliás, que foi o grande nome desse primeiro tempo. O goleirão do Barcelona mais uma vez demonstrou que vive uma grande fase e fechou o gol na etapa inicial com verdadeiros milagres. 

Aos 20 minutos, João Félix fez o cruzamento, Hermoso apareceu atrás da zaga do Barcelona e desviou obrigando Ter Stegen a fazer um milagre com os pés. Puro reflexo do alemão.

O Barça estava sendo completamente dominado e só conseguiu o seu primeiro chute a gol aos 25 minutos com Rakitic. Messi partiu pela esquerda e tocou para a área, Suárez fez um corta-luz e a bola ficou na boa para Rakitic, que bate muito mal e Oblak ficou com ela. 

O Atlético continuou firme na ideia de abrir o placar, e o goleiro do Barcelona teve que trabalhar firme alguns minutos depois. Trippier cobrou o escanteio, a bola viajou pela área do Barça e Morata cabeceou na direção do gol. Mas Ter Stegen fez uma defesa espetacular, afastando o perigo!

O Barcelona cresceu na reta final da partida e conseguiu equilibrar as iniciativas, chegando até a carimbar o travessão de Oblak. Piqué aproveitou o escanteio e desviou de cabeça, a bola acaba explodindo no travessão.

No segundo tempo a partida ficou mais igual, o Barça levemente melhor e Messi mostrando muita disposição tanto na defesa quanto no ataque. 

E não poderia ser diferente, quem tem Messi tem tudo. A genialidade do argentino despertou aos 85' da segunda parte, o suficiente para garantir a vitória, a liderança e, quem sabe, o emprego do treinador.

O camisa '10' partiu em velocidade, tocou para Suárez e recebeu de volta na entrada da área, batendo colocado sem chances para Oblak! 

Com a vitória o Barça chegou aos 31 pontos na competição, mesmo número do Real Madrid, mas os de Valverde reassumem a liderança devido aos critérios de desempate. Já o Atlético fica em 6º e vê os rivais abrirem seis pontos de vantagem. 

Na próxima rodada os pupilos de Simeone tentam a recuperação na visita ao Villarreal, enquanto o Barcelona recebe o Mallorca no Camp Nou. 

Rafael Alexandre Coelho

Rafael Alexandre Coelho

noticias 432 RANK 9
LEITURAS 2M RANK 9
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook