noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

"Real Madrid jamais deveria ter deixado Cristiano sair"

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 3 +13k

Pin Técnico português do Shakhtar falou sobre o Real Madrid. AFP
Técnico português do Shakhtar falou sobre o Real Madrid. AFP

"Real Madrid jamais deveria ter deixado Cristiano sair"

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 3 +13k

A falta de gols preocupa o Real Madrid e o treinador do Shakhtar Donetsk, Luís Castro, quer aproveitar isso. Apesar de ter elogiado a equipe merengue, o português garantiu ao portal 'Marca' que a chave está em perder Cristiano Ronaldo, de quem disse que "jamais deveria ter deixado sair da sua equipe".

O Shakhtar Donetsk visitará o Valdebebas nesta quarta-feira para enfrentar o Real Madrid no início da Liga dos Campeões 2020-21. Por ocasião do encontro, o treinador dos ucranianos Luís Castro analisou de forma descontraída a situação da equipa merengue e da sua equipe ao portal 'Marca'.

Uma das chaves que pesam sobre o Real Madrid é a falta de gols. No entanto, o treinador português quis ser gentil com o rival. “Quando falamos do Real, falamos de Benzema, Modric, Asensio, Vinícius, Ramos... É um timaço!”, garantiu.

No entanto, questionado sobre como nota a falta de Cristiano Ronaldo, Castro concluiu que foi um grande erro do Real Madrid: “Quando se tem Cristiano na sua equipe, nunca se deve deixá-lo ir. Nunca! Estamos falando do melhor, o mais eficaz jogador de futebol do mundo, uma máquina de trabalho, máquina de sacrifício”.

Para mim ele é o melhor. Cristiano tem uma história exemplar. Ele cresceu sozinho com 11 anos em Lisboa para ser jogador de futebol, saindo de casa. Cristiano é um monstro que se ergueu sozinho, com uma determinação única. Para mim ele é um um exemplo para todas as crianças”, continuou o treinador do Shakhtar.

“As pessoas criticam muito o Ronaldo. Quando ele faz tal coisa, quando gasta tanto dinheiro com outra coisa... E ele responde no campo todos os dias, sabendo de onde vem. No dia em que fizerem um filme de Cristiano e as pessoas verem de onde ele realmente vem, como ele se tornou jogador de futebol, ele será muito mais valorizado”, acrescentou.

De volta ao jogo, Castro lamentou a situação da sua equipe e do futebol atual: “Ser treinador hoje é um pesadelo, isso é claro. Com esta pandemia e o calendário que se fez, estás cheio de baixas por conta de casos positivos e lesões. Tivemos dez ausências! E até agora não sabia se iam poder jogar ou não em Madri. No final parece que sim, mas também vos digo que não durarão mais de 20 ou 25 minutos".

BeSoccer

BeSoccer

noticias 59K RANK 1
LEITURAS 159M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook