noscript image

Um, dois, três e prontos para colorir a Europa

Pin Na próxima semana tem mais, ainda bem. EFE
Na próxima semana tem mais, ainda bem. EFE

Um, dois, três e prontos para colorir a Europa

O Barcelona venceu o Liverpool por 3 a 0 no Camp Nou. Suárez e Messi duas vezes colocaram números finais a uma partida magistral para aqueles que amam o futebol! Na próxima semana tem mais, ainda bem.

Mais uma vez Messi resolveu para o Barcelona, o capitão prometeu na apresentação do elenco, ainda no início da temporada que ia trazer a Champions de volta para o Camp Nou. E parece que o '10' é um homem de palavra. 

Em um grande jogo de futebol, pela importância, pela intensidade das duas equipes e principalmente pela qualidade. De um lado o vice-campeão da útlima edição da Champions, que luta ferozmente pelo título da Premier; do outro o campeão espanhol, finalista da Copa do Rei e Messi. 

O Camp Nou se vestiu de gala, 98.299 torcedores tiveram o privilégio de acompanhar essa partida de perto e também deram um show! O mosaico elaborado pelos 'culés' foi um show a parte. 

Dentro de campo algumas novidades nas escalações, do lado azulgrana Valverde apostou pelo chileno Arturo Vidal no lugar de Artur, Coutinho e Sergi Roberto, também começaram jogando. Já Klopp resolveu poupar Firmino e apostou em Joe Gomez na lateral. 

A partida começou eletrizante, as duas equipes estavam dispostas a fazer o resultado. O Liverpool marcando com muita força a saída de bola do Barcelona, e o catalães depositando as esperanças na dupla Messi e Jordi Alba. 

O Liverpool era levemente superior, as duas equipes dividiam o protagonismo, mas aos 22 minutos Klopp perdeu Keita machucado e teve que colocar Henderson em campo. 

Três minutos depois de perder o seu camisa '8', os 'reds' sofreram o primeiro gol. Jordi Alba encontrou Luis Suárez entre Van Dijk e Matip, o uruguaio se antecipou e escorou para o gol, sem chances para Alisson!

O gol colocou os visitantes ainda mais metidos na partida, Mané perdeu a chance de empatar pouco tempo depois de sofrer o primeiro gol. Henderson encontrou o senegalês na área, ele ganhou de Piqué e Lenglet na velocidade e na cara de Ter Stegen mandou de pé esquerdo por cima do gol. 

Esse seria o retrato da partida, o Liverpool poderia jogar mais tempo, mas a bola não ia entrar. Há dias que as coisas não funcionam, a bola não entra, e hoje foi um desses dias para os 'reds', e caso o futebol fosse justo, não mereceriam perder por um placar tão elástico. 

O começo do segundo tempo foi um verdadeiro monólogo, só dava Liverpool, o Barça estava acuado, aceitando a pressão dos visitantes. Nesse momento brilhou a estrela do goleiro alemão Ter Stegen, um muro no meio da trave barcelonesa. Primeiro salvando no chute colocado de Milner, depois na batida de canhota de Salah, a terceira defesa foi outra vez em um chute de Milner. 

Nessas alturas da partida ninguém poderia imaginar o que iria passar. Um erro evidente, já que quando Messi está em campo, a sua genialidade pode aparecer a qualquer momento.

Os gênios também precisam contar com um poquinho de sorte! O argentino partiu em velocidade, tocou para Sergi Roberto que dividiu com a defesa inglesa, a bola sobrou para Suárez que finalizou de coxa direto no travessão de Alisson! A bola voltou caprichosamente nos pés de Messi que só teve o trabalho de empurrar para as redes. 

Esse foi o gol de número 599 do argentino, mas o melhor ainda estava por vir. O gol 600 tinha que ser o reflexo do brilhantismo de Messi! Fabinho, que teve a difícil tarefa de marcar o camisa '10' azulgrana, cometeu uma falta na intermediária, não parecia assim tão perigosa, mas a genialidade não mede distâncias. 

Messi partiu para a bola com a sua canhotinha mágica, bateu com sua peculiar maestria e acertou o ângulo do goleiro Alisson, que nada pôde fazer. Era impossível! Estava ali, o segundo gol de Messi no jogo, o terceiro do Barcelona o 600º da carreira de Leo. 

A resposta do Liverpool veio com uma bola na trave de Salah que não entrou por um milagre, como já foi dito anteriormente, não era o dia dos comandados de Klopp. 

Agora, na próxima terça-feira os dois times se encontram outra vez. O Barcelona tem uma imensa vantagem, o caminho até o Wanda Metropolitano ficou mais curto, mas ainda passa por Anfield. Os amantes do futebol rezam para que os dias passem rápido para que possamos ver outra vez um desfile de estrelas e a genialidade de Messi. 

Rafael Alexandre Coelho

Rafael Alexandre Coelho

noticias 286 RANK 10
LEITURAS 1M RANK 10
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook