noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Brasil levou poucos jogadores do Pré-Olímpico para a Copa do Mundo

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 769

Pin Robinho é exceção. Goal
Robinho é exceção. Goal

Brasil levou poucos jogadores do Pré-Olímpico para a Copa do Mundo

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 769

Levando em consideração as duas últimas edições, apenas oito atletas foram para o Mundial após disputarem o torneio.

O Brasil iniciou a disputa do Pré-Olímpico na Colômbia na noite do domingo, com uma vitória por 1 a 0 sobre o Peru. Em busca da vaga nos Jogos de Tóquio, os garotos sonham, é claro, com também defender a Seleção principal no futuro e, no que depender do retrospecto recente, têm boa chance de conseguir o feito.

Levando em consideração as duas últimas edições do torneio, no Brasil, em 2000, e no Chile, em 2004, quase 1/4 dos atletas convocados acabou disputando uma Copa do Mundo pela Seleção. Ao todo, foram oito atletas de um total de 38 que estiveram presentes em um Mundial com o país depois de jogar o classificatório para as Olimpíadas.

Na turma de 2000, que conseguiu a vaga animando a torcida presente aos duelos em Londrina, os dois que conseguiram chegar à Copa do Mundo foram o zagueiro Cris, convocado para o grupo em 2006, e o meia Ronaldinho Gaúcho, chamado para 2002 e 2006. O craque, aliás, é o único desses a ter sido eleito melhor jogador do mundo (em duas oportunidades, 2004 e 2005).

Já em 2004, que decepcionou ao perder a vaga para Atenas com uma derrota por 1 a 0 para o Paraguai, seis dos 19 atletas convocados conseguiram estar presentes em uma Copa com o Brasil. Foram eles o goleiro Gomes (2010), o lateral direito Maicon (2010 e 2014), o lateral esquerdo Maxwell (2014), o meia Elano (2010), e os atacantes Robinho (2006 e 2010) e Nilmar (2010).

O número poderia ser ainda maior se a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tivesse conseguido ganhar uma "queda de braço" com o Milan para convocar Kaká. O técnico Ricardo Gomes esperou até o último momento pelo ex-são-paulino, mas os italianos, em meio à briga pelo título nacional, não liberaram o futuro melhor do mundo (2007).

Em termos de atletas convocados para a Seleção principal, o número é ainda mais animador para os convocados de André Jardine: 20 dos 38 presentes nos dois torneios foram chamados ao menos uma vez para o time principal.

Nesse caso, a distribuição é mais equilibrada: nove atletas de 2000 e 11 de 2004 chegaram a esse patamar, que não foi atingido por nenhum dos que disputam o atual Pré-Olímpico até agora.

Vale lembrar que o número leva em conta atletas chamados apenas em convocações com todos os jogadores à disposição. A Copa das Confederações de 1999 e a Copa Ouro de 2003, ambas utilizadas como preparação para o time olímpico, não entram na conta.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 42K RANK 1
LEITURAS 130M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook