noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Palmeiras é capaz de cumprir com pedidos de Sampaoli?

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,108

Pin Palmeiras é capaz de cumprir com pedidos de Sampaoli? Goal
Palmeiras é capaz de cumprir com pedidos de Sampaoli? Goal

Palmeiras é capaz de cumprir com pedidos de Sampaoli?

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,108

Pedidos do treinador vão em desencontro com o que o time da Vila pode oferecer; Alviverde segue na mira do argentino.

A permanência de Jorge Sampaoli no Santos está cada vez mais distante. Nesta segunda-feira (09), o treinador reuniu-se com o presidente do Peixe, José Carlos Peres, para reunião acerca de sua permanência. O encontro não rendeu acordo entre ambas as partes e animou os palmeirenses que esperam ansiosos por uma possível contratação do argentino.

De acordo com o 'GloboEsporte.com', Sampaoli teria feito pedidos além do que o Santos poderia oferecer para a temporada de 2020, como por exemplo, deixar de atuar no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. A cobrança por um alto investimento em contratações para a próxima temporada foi um dos assuntos debatidos ao longo da reunião entre Jorge Sampaoli e José Carlos Peres, porém as solicitações estão longe daquilo que a diretoria santista pode oferecer devido as finanças do time. 

Sondado no Palmeiras como a principal aposta para comandar o clube em 2020, Sampaoli chegou ao Centro de Treinamento do Santos às 9h e deixou o local por volta de 12h30 (horários de Brasília), sem conversar com a imprensa. A torcida santista aguarda aflita a permanência de Sampaoli que tem contrato com o clube até dezembro de 2020. Ainda assim, o técnico que chegou a ser cogitado no Racing, da Argentina, estaria dificultando seguir na equipe com as pedidos para a próxima temporada.

REFORÇOS

Somente para o ano de 2019 o Santos gastou R$80 milhões com contratações. Desde valor, R$29 foram destinados a Cueva, atleta pouco aproveitado por Sampaoli e que envolveu-se em diversas polêmicas antes de ser afastado do time, em novembro.

Após contratar 14 jogadores para a atual temporada, o Santos não estaria disposto a cumprir com o pedido de Sampaoli, no qual o clube teria que gastar cifras acima do desembolsado para a construção do elenco vice-campeão brasileiro em 2019.

Porém, caso assine com o Palmeiras, Sampaoli também não poderia contar com um grande número de reforços pois o Alviverde pretende contratar somente atletas pontuais para 2020. Um dos times com a maior folha salarial, o Palmeiras não conta mais com o diretor de futebol, Alexandre Mattos, um dos responsáveis pelas negociações da equipe desde 2015, ano no qual deixou o Cruzeiro para assumir a posição no clube paulista. Com investimentos milionário nas últimas temporadas, o clube não estaria disposto a acatar com o pedido de Sampaoli e desembolsar, novamente, altos valores por uma quantidade de nomes acima do estipulado.

Recentemente, em entrevista após a demissão de Mano Menezes e Alexandre Mattos, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte ressaltou mudança na filosofia de futebol da equipe em 2020. Para isso, algumas mudanças teriam que ser feitas na parte técnica, o que poderia resolver-se com a chegada de Sampaoli e de um diretor de futebol com os pensamentos alinhados aos do Hermano - Galiotte não ressaltou diretamente está ideia.

“O Palmeiras pensa em modelo diferente, projeto diferente, uma forma diferente de ver o futebol. Vamos ao mercado buscar o melhor profissional na nossa avaliação”, disse Galiotte, na época. Sampaoli, no entanto, chegou no Santos no início deste ano e impressionou com o estilo ofensivo no qual atua a maior parte do tempo no campo do adversário. O técnico reformulou o elenco santista com as peças que tinha e conquistou a segunda posição no Brasileirão, acima do Palmeiras que, somente para 2019, comprometeu cerca de R$140 milhões em reforços.

PACAEMBU

O Palmeiras ainda não fez uma proposta oficial para contratar Jorge Sampaoli e tampouco o Santos manifestou-se de forma clara sobre a possível sondagem. Ainda assim, caso mude-se para a capital paulista, o treinador continuaria jogando no Pacaembu.

Um dos pedidos de Sampaoli para permanecer no Santos é não ter que atuar mais no Pacaembu. Feito tecnicamente impossível se depender do Santos. O clube almeja objetivos maiores para o estádio seja em termos financeiros com a bilheteria superior a da Vila Belmiro em duelos com o mando do Santos ou em negociações de parceria com a empresa na qual ganhou a concessão do local.

O Palmeiras atua no principal centro de shows de grandes escala na cidade de São Paulo, o Allianz Parque. Palco de artistas e eventos mundiais de diversos temas, o estádio costuma ser alugado para os episódios citados acima e “obriga” o Palmeiras a realizar mandos de campo no Estádio do Pacaembu, na maioria das vezes.

Nenhuma informação concreta acerca deste pedido de Sampaoli foi revelada à imprensa. No entanto, viajar de Santos para São Paulo para jogar uma partida com o mando de campo, a qual poderia ocorrer na Vila Belmiro, estaria incomodando o treinador argentino.

AMBIENTE

Praticamente unanimidade entre os torcedores do Santos para seguir no clube, Sampaoli chegaria em um Palmeiras cercado de pressão devido a ausência de títulos em 2019, em especial a Libertadores e o Campeonato Brasileiro, torneio no qual o Alviverde chegou a liderar mas perdeu a primeira posição para o atual campeão, o Flamengo, e terminou abaixo do Santos, em terceiro.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 40K RANK 1
LEITURAS 125M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook