noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Sem perdão em Roterdã

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,185

Pin Sem perdão em Roterdã. Twitter/Feyenoord
Sem perdão em Roterdã. Twitter/Feyenoord

Sem perdão em Roterdã

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,185

O Porto foi até Roterdã encarar o Feyenoord pela segunda rodada da Europa League. Em um dia que nada deu certo para os de Conceição, os donos da casa não perdoaram, garantiram os três pontos e embolaram o Grupo G.

Sabe aqueles dias que nada dá certo? Com certeza você já pensou ter um desse, pois bem, hoje foi um dia assim para o Porto de Sergio Conceição, na Holanda. 

O time português viajou até Roterdã, a segunda mais importante cidade do país, de olho na liderança do Grupo G da Europa League. Mas acabou saindo de lá com a lanterninha nas mãos. 

Os dois clubes fizeram estreias diferentes na competição. O Porto recebeu o Young Boys no Estádio do Dragão e venceu por 2 a 1. Já o Feyenoord perdeu para o Rangers por 1 a 0 em Glasgow. 

Para o jogo de hoje, Sérgio Conceição tinha apenas uma alteração, Corona até viajou com a equipe, mas não tinha condições de jogo, e acabou sendo substituido por Manafá.

Com a bola rolando os portugueses não se intimidaram com a pressão vindo da arquibancada. É preciso destacar a bonita festa feita pelo público holandês que não parou de cantar um só minuto. 

Aos 8 minutos, em jogada ensaiada, Alex Telles cobrou a falta e colocou Nakajima na cara do gol, mas o japonês mandou por cima. Essa foi a primeira grande chance, mas esteve bem longe de ser a única. 

Até aqui, o Porto encarava os donos da casa de igual para igual e, até com uma certa superioridade. Aos 20', uma grande jogada do ataque luso! Nakajima deu um belo passe para Alex Telles, o lateral faz o cruzamento e Zé Luis chegou fechando na área, mas a bola passou por cima do gol. 

As ocasiões dos portugueses foram ajudando o Feyenoord a entrar no jogo. Os holandeses mostraram que estavam vivos com duas chances de Haps e Larsson. 

Depois da primeira meia hora, a partida estava completamente aberta, ataques e contra-ataques para os dois lados. Vermeer salvou na cabeçada de Pepe e Marcano foi providencial no cruzamento de Kardsdorp.

Foi um primeiro tempo com algumas chances de gols para cada lado, mas que não foram aproveitadas. Quem fosse mais eficiente na segunda parte sairia vencedor... e assim foi. 

Logo aos 48', Larsson recebeu na ponta esquerda, trouxe para dentro e bateu obrigando Marchesín a fazer uma bela defesa. No rebote, o próprio Larsson fez o cruzamento e Toornstra bateu de primeira para estufar as redes do Porto! 

A resposta veio com uma bola no travessão! Uribe cobrou a falta por elevação, ao melhor estilo futsal, Otávio recebeu na área e bateu direto no travessão holandês! Era lá e cá. A réplica do Feyernoord também foi na trave, Tapia soltou a bomba, a bola desviou em Marcano e explodiu no travessão.

Larsson também desperdiçou aquele que seria o segundo. E Marega, a grande oportunidade do empate. Ele recebeu sozinho dentro da pequena área e conseguiu mandar por cima. 

A pressão do Porto pelo empate só aumentava, o gol português parecia questão de tempo. Dé pé em pé a equipe de Conceição chegou na área. Zé Luiz recebeu, limpou a marcação e acertou o travessão holandês pela segunda vez.

Mas ai amigo, já sabe... quem não faz leva. Karsdorp arrancou sozinho, deixou três jogadores do Porto para trás e bateu na saída de Marchesín. Um lindo gol do jovem lateral. Era o golpe final no Dragão. 

O resultado embolou de vez o grupo, que agora tem o Feyernoor como líder e o Porto como lanterna. Na próxima rodada, no final deste mês, o Porto recebe o Rangers, enquanto o Feyenoord visita o Young Boys. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 36K RANK 1
LEITURAS 117M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook