noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

Suspensão de jogo contra o Inter é a esperança do Vasco para fugir do rebaixamento

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 290

Pin Suspensão de jogo contra o Inter é a esperança do Vasco para fugir do rebaixamento
Suspensão de jogo contra o Inter é a esperança do Vasco para fugir do rebaixamento

Suspensão de jogo contra o Inter é a esperança do Vasco para fugir do rebaixamento

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 290

Empate do Cruz-maltino contra o Corinthians praticamente decretou a queda do clube; jogadores choraram no banco de reservas após o apito final

O Vasco da Gama está praticamente rebaixado para a Série B do campeonato brasileiro. O empate sem gols do Cruz-Maltino contra o Corinthians, em Itaquera tirou as esperanças de permanência na primeira divisão de quase todos os que acompanham o Gigante da Colina. Quem também praticamente já jogou a toalha em suas falas foi o técnico Vanderlei Luxemburgo.

Na mesma entrevista que Luxa já falou como um rebaixado, ele também acenou que a esperança restante é a ação no tribunal por conta do jogo contra o Internacional, que contou com falha no VAR. Embora tenha acontecido o acato do STJD sobre a denúncia vascaína, é difícil que o pedido de impugnação da partida vá para frente, porque a regra da CBF já prevê erros no VAR e dá autonomia para o árbitro de campo decidir sobre a jogada.

"Eu não posso enganar o torcedor: se falar em ganhar do Goiás e fazer 12 gols, estou enganando. Mas há um jogo sob judice (a partida contra Internacional, que o VAR estava "descalibrado"). Lá houve um erro gravíssimo. Tanto que o STJD deu um parecer para a CBF mostrar o vídeo e os áudios do VAR na partida. Esse jogo é importante para moralizar o campeonato. Ele manchou o Brasileirão. O juiz e o VAR cometeram erros gravíssimos, o pior foi a não consulta ao VAR", declarou Luxa.

A frase de Luxa a respeito dos 12 gols contra o Goiás refere-se ao fato de que o Vasco ainda pode empatar em pontos com o Fortaleza, mas o Leão do Pici tem o saldo de -8 gols, enquanto o Vasco tem -20, ou seja, a missão na última rodada é dificílima, pois envolve uma goleada sem precedentes.

O folclórico 'Pofexô' não escondeu o desapontamento com os últimos jogos do Vasco e parece já ter aceitado o fato de ter sofrido o primeiro rebaixamento de sua vitoriosa carreira.

Na coletiva pós jogo, ele falou diretamente ao torcedor vascaíno e pediu desculpas por não ter conseguido manter o time na elite do Brasileirão.

"Queria falar com o torcedor do Vasco da Gama, que tem muito respeito por mim. Lamento muito por não ter conseguindo junto com esse grupo manter o Vasco na Primeira Divisão. Peço ao torcedor que entenda que eu fiz o máximo, o maior respeito pela agremiação, pelo torcedor do Vasco da Gama... Não tenho nenhum problema, não vai mexer em nada na minha história profissional de eu aceitar de estar no Vasco neste ano participando dessa reconstrução. Estou disposto a isso porque o Vasco é muito grande, e o Vasco precisa se reencontrar com sua história, que é muito bonita. Essa história de hoje vinha passando perto há muito tempo, mas quero participar dessa reconstrução desse clube maravilhoso que é o Vasco da Gama. O Vasco tem que estar entre as cinco maiores equipes. Me desculpe, torcedor. Me doeu ao máximo. Da minha parte, eu peço desculpa", falou o treinador.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 64K RANK 1
LEITURAS 167M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook