noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Temendo morrer, Van Dijk escreveu testamento em 2012

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 822

Pin Virgil van Dijk revelou que problema de saúde o fez pensar que poderia ser o fim de sua vida. AFP
Virgil van Dijk revelou que problema de saúde o fez pensar que poderia ser o fim de sua vida. AFP

Temendo morrer, Van Dijk escreveu testamento em 2012

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 822

Virgil van Dijk, zagueiro do Liverpool, admitiu que escreveu um testamento em 2012 antes de passar por uma operação de emergência, acreditando que sua vida estava em perigo.

Virgil van Dijk teve medo de morrer em 2012. Isso foi confessado pelo zagueiro do Liverpool, que reconheceu ter escrito um testamento para caso não saísse vivo da sala de operações.

O jogador foi internado no hospital com uma apendicite aguda que levou a uma peritonite e uma infecção nos rins. O caso exigiu uma operação de emergência.

"Tudo o que eu podia ver eram tubos pendurados em mim. Meu corpo estava quebrado e não havia nada que eu pudesse fazer. Nesse momento, os piores pensamentos começaram a passar pela minha cabeça", explicou Van Dijk no 'Daily Mail'.

"Minha vida estava em risco. Minha mãe e eu oramos a Deus e discutimos possíveis cenários. Em algum momento eu tive que assinar alguns papéis, era uma espécie de testamento", confessou o holandês sobre a operação realizada quando tinha 20 anos de idade.

"A realidade é que ninguém queria falar sobre isso, mas tivemos que fazer. Podia ser o fim. Passei 13 noites no hospital e foi muito difícil, não consegui andar", acrescentou.

Depois de curado, ele vestiu a camisa do Celtic e, depois, a do Southampton, onde explodiu. Depois disso, o Liverpool buscou seu talento para se tornar o zagueiro mais caro da história naquele momento.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 55K RANK 1
LEITURAS 152M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook