noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Corinthians precisa de 25 dias para voltar a jogar

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 333

Pin Corinthians avança no retorno aos treinos. DUGOUT
Corinthians avança no retorno aos treinos. DUGOUT

Corinthians precisa de 25 dias para voltar a jogar

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 333

Confira como foi a entrevista de Tiago Nunes após o primeiro treino com bola dos jogadores do Corinthians após o longo período de quarentena no Brasil.

Nesta quinta-feira, o Corinthians teve seu segundo treino no CT Dr. Joaquim Grava desde o fim da quarentena. Após as atividades, o preparador físico Michel Huff explicou como está sendo a retomada da forma física e técnica após cerca de três meses afastados do CT.

“A gente tem se preocupado primeiro em colocar os jogadores nas melhores condições para iniciarmos os trabalhos. Por enquanto não temos preocupação do que está acontecendo nos outros campeonatos, temos muita demanda no clube. É pensar internamente, ter cuidado com os nossos jogadores, e deixar esses assuntos com a direção e órgãos governamentais que estão controlando as liberações. Claro que pode ter diferença técnica e física, vai ter com certeza, mas é uma situação nova para todo mundo. O que a gente pode controlar é nosso trabalho, nosso treino, respeitar a individualidade de cada um e deixar os jogadores prontos”, contou aos meios oficiais do clube.

O preparador prevê o período de preparação necessário. “Em relação a opiniões, aqui no clube a gente sempre foi ouvido. A direção leva nossas opiniões em conta para as definições do futebol brasileiro. Agora em relação a tempo de treino e quando os jogadores estariam prontos, a gente tem trabalhado de 25 a 30 dias, é o que a gente pensa ser ideal para reinício de jogos”, projetou Michel Huff. 

O meia Ramiro comentou esse período inusitado quando, além da recuperação da lesão, viveu o nascimento do seu filho.

“Confesso que para mim foi diferente viver esses 90 dias que fiquei em casa. Desde meus 11 anos, quando iniciei a carreira, não tinha 90 dias em casa. Fiquei em SP no primeiro mês e depois fui para a minha cidade, interior, natureza, um ar diferente. Curti minha família, vivi o que há tempos não vivia. Tive meu primeiro filho, foram dias especiais, vivendo uma nova fase da minha vida. É até difícil falar isso, mas procurei aproveitar a quarentena para o lado positivo. Tinha muita cosia ruim acontecendo, mas fiquei ao lado deles e consegui ainda treinar, consegui manter a forma física para voltar da melhor maneira possível”, disse o jogador.

Veja no vídeo o depoimento do técnico Tiago Nunes sobre esse momento de recomeço do time.

 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 52K RANK 1
LEITURAS 146M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook