noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Todos os técnicos estrangeiros do Flamengo

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 294

Pin Todos os técnicos estrangeiros do Flamengo. EFE
Todos os técnicos estrangeiros do Flamengo. EFE

Todos os técnicos estrangeiros do Flamengo

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 294

O ex-auxiliar de Guardiola é o 12º nome da lista.

Nesta sexta-feira (31), o Flamengo anunciou a contratação de Demènec Torrent para ser o novo treinador do time. O catalão chega para ser o 12º comandantes estrangeiro da história do Rubro-Negro, conforme aponta do levantamento do jornalista Rodolfo Rodrigues.

Depois do sucesso da passagem do português Jorge Jesus pela Gávea, o Flamengo tinha como prioridade a contratação de outro estrangeiro paro assumir o comando técnico da equipe, de preferência europeu, e foi isso que conseguiu.

Depois de diversos nomes terem sido especulados e do contato com alguns deles, o catalão Domènec Torrent, ex-auxiliar de Pep Guardiola, foi o escolhido para suceder o Mister no Flamengo.

Torrent vai entrar como 12º na lista dos estrangeiros que comandaram o clube. Ele vai ser o primeiro espanhol na lista, mas sexto europeu - os portugueses é que dominam na lista, com três representantes.

A história de técnicos estrangeiros do Flamengo começou em 1921, quando o uruguaio Ramón Platero chegou ao clube. Foram poucas partidas comandadas por ele, apenas nove, sendo três vitórias, dois empates e quatro derrotas, ou seja, 40,7% de aproveitamento. Se dependesse só desta primeira experiência, talvez outros não viessem para o Rubro-Negro.

No entanto, apenas alguns anos depois, em 1925, outro uruguaios chegou e mudou a primeira impressão. Juan Carlos Bertone, em três temporadas, conquistou dois títulos e teve quase 64% de aproveitamento no time. 

Em 1930, chegou o primeiro europeu. Charles Williams foi o terceiro não brasileiro a assumir o clube carioca e, assim como Platero, deixou a dever. Nas 45 partidas disputadas, o inglês conseguiu apenas 38,5% de aproveitamento, com 16 vitórias, quatro empates e 25 derrotas.

Depois de Williams, outros seis técnicos estrangeiro passaram pelo clube até 1967, entre eles o paraguaio Fleitas Solich, quem mais tem jogos na lista. Entre 1953 e 1971 disputou 527 partidas, além de conquistar cinco títulos.

Após 1967 uma pausa grande, até quem em 2017 outro estrangeiro chega ao Flamengo. O colombiano Reinaldo Rueda disputou 31 partidas antes de ser substituído. 

Finalmente, em 2019, o português Jorge Jesus chegou para mudar não só o futebol no Flamengo, mas também no Brasil. Propondo um novo estilo de jogo, o Mister, em pouco mais de um ano como treinador rubro-negro, conquistou cinco títulos, entre eles Libertadores e Campeonato Brasileiro.

Ao sair, deixou um buraco na equipe que o torcedor espera que possa ser preenchido pela mais nova aposta do clube Torrent, que já conquistou uma série de troféus quando era assistente de Guardiola.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 53K RANK 1
LEITURAS 147M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook