noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Um pouco de Salvio é muito para o Libertad

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 543

Pin Boca Juniors vence o Libertad por 2 a 0. EFE/Juan Ignacio Roncoroni
Boca Juniors vence o Libertad por 2 a 0. EFE/Juan Ignacio Roncoroni

Um pouco de Salvio é muito para o Libertad

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 543

O Boca Juniors mostrou que a paralisação devido ao coronavírus não os afetou em nada e conseguiu vencer por 0-2 em Assunção sobre a Libertad no seu retorno às competições oficiais da Copa Libertadores. 'Toto' Salvio, com dois gols, foi a grande estrela do confronto.

Havia muitos olhares sobre o retorno do Boca Juniors após a paralisação devido ao coronavírus. Seu retorno à competição após a paralisação por conta do coronavírus, as demandas da Copa Libertadores e os problemas com ela na entidade geraram enormes dúvidas.

No entanto, o clube 'Xeneize' deixou claro que a inatividade não o afetou nem um pouco e mostrou sua grande forma com uma sólida vitória por 2-0 sobre o Libertad, em Assunção.

O duelo começou com as duas equipes deixando claras suas intenções. A equipe paraguaia estava mais inclinada a tocar na bola, enquanto o Boca ameaçou com ataques rápidos e verticais.

A princípio foi possível verificar que a fórmula da equipe argentina estava correta e Salvio, após aproveitar a rejeição de um chute à trave de Maroni, colocou o 0-1 em 6 minutos.

O gol não alterou o roteiro do jogo. A pintura de Ramón Díaz continuou com seu plano de brincar, mas não gerou nenhum perigo. Por outro lado, os pupilos de Miguel Ángel Russo, com 'Toto' e Tevez à frente, avisaram incessantemente, mas Silva evitou o 0-2 em várias ocasiões antes de os dois times irem para o vestiário.

Após o intervalo, a ideia de Libertad de controlar a bola não mudou. Mas se no primeiro tempo faltou mais uma marcha na zona de três de ataque para gerar perigo, na retomada faltou duas ou três.

A bola ainda era propriedade do time paraguaio, mas não houve mordente que colocasse em risco o jogo para o Boca Juniors que se sentia mais confortável em campo.

A equipe de Russo quase viu o seu rival jogar sem gerar qualquer perigo, à espera de algum contra-ataque para encerrar definitivamente um confronto que poderia estar resolvido há muito tempo.

Salvio, autor do 0-1, teve o 0-2 em pé aos 75 minutos, mas novamente Silva evitou o gol 'Xeneize' e manteve o Libertad vivo, cujo ataque ainda era totalmente inofensivo.

No final, depois de uma grande jogada individual, Salvio reencontrou a rede (84') e conseguiu o 0-2 que certificou o triunfo do Boca em La Nueva Olla e colocou a equipe de Russo na liderança do Grupo H desta Taça Libertadores.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 57K RANK 1
LEITURAS 156M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook