noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

United vence o dérbi com golaços e 28% de posse

Pin Gol de Martial abriu o placar no dérbi de Manchester. AFP/Arquivo
Gol de Martial abriu o placar no dérbi de Manchester. AFP/Arquivo

United vence o dérbi com golaços e 28% de posse

Daniel Fraga por Daniel Fraga @besoccer_es - 0 4,430

Manchester United viu o City ditar o ritmo do dérbi, mas venceu (2 a 0) com dois golaços e está mais forte na dura briga da Premier League por uma das vagas nas competições continentais.

Separados por 15 pontos e cinco posições, os rivais de Manchester chegaram à 29ª rodada da Premier League em situações distintas.

O United começou o dérbi fora da zona de classificação para competições continentais e disposto a ingressar nela em meio a uma briga embolada. Do outro lado, estava um segundo colocado sem chances de título e praticamente classificado para a Champions League, com Pep Guardiola admitindo que a prioridade da temporada passou a ser a conquista das copas.

Foi o Manchester City quem começou em cima, somando tentativas aéreas, dominando a posse de bola e chegando à primeira chance real em chute de Sterling defendido por De Gea.

Após 15 minutos de jogo, a equipe de Ole Solskjaer mudou a postura e equilibrou o jogo. As primeiras oportunidades na área adversária chegaram com Daniel James e Martial, francês que não demoraria para abrir o placar em grande estilo.

O gol saiu aos 29 minutos em uma bela jogada ensaiada. Bruno Fernandes cobrou falta com cavadinha para Martial, que surgiu por trás da defesa para ficar na cara de Ederson e superar o goleiro brasileiro com um chute rasteiro.

A vantagem deu mais tranquilidade ao time da casa, que conseguiu conter o ímpeto do Manchester City até ouvir o apito que marcou o final da primeira etapa. Apesar de ter o controle do jogo, a equipe local via o time de Guardiola dominando amplamente a posse de bola.

Logo após a retomada da partida, a rede foi balançada por Agüero em gol imediatamente anulado. O argentino foi acionado em velocidade e mandou para o fundo da meta de De Gea, mas a arbitragem confirmou a primeira impressão ao analisar as imagens do VAR.

A segunda etapa foi parelha, com chances dos dois lados e destaque para a maior insistência do City. Os visitantes finalizaram com Otamendi, Sterling, Gabriel Jesus e Foden, mas foram contidos por um United que soube administrar a vantagem no placar e que chegou com perigo em finalizações de Maguire e Daniel James.

Em meio a um temporal, o jogo chegava ao sexto e último minuto de acréscimo quando Ederson cometeu uma grande falha. Em passe com a mão, o brasileiro cedeu a bola para McTominay, que bateu de primeira da intermediária de ataque e mandou para dentro antes que o goleiro voltasse.

Com a vitória, o Manchester United chega a 45 pontos, sobe duas posições e chega a quinto na tabela, ocupando a colocação que dá vaga à Europa League. O City segue em segundo com 57 pontos, sete de vantagem sobre o Leicester.

A próxima partida do time de Pep Guardiola será em casa, na quarta-feira (11), contra o Arsenal. No domingo, a equipe de Ole Solskjaer visita o Tottenham.

Daniel Fraga

Daniel Fraga

noticias 442 RANK 10
LEITURAS 1M RANK 11
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook