noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Morre Valdir Espinosa, gerente técnico do Botafogo

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 247

Pin Valdir Espinosa: times, títulos e os principais feitos como técnico. Goal
Valdir Espinosa: times, títulos e os principais feitos como técnico. Goal

Morre Valdir Espinosa, gerente técnico do Botafogo

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 247

Treinador campeão do mundo e da Libertadores com o Grêmio e ídolo do Botafogo morreu nesta quinta-feira(27), aos 72 anos.

Nesta quinta-feira (27), Valdir Espinosa morreu após sofrer uma complicação resultante de uma cirurgia no abdômen. Aos 72 anos de idade, ele estava atuando como diretor de futebol no Botafogo, clube com o qual possui grande identificação. Mas não é apenas o clube da estrela solitária que tinha boas lembranças do treinador.

Nascido em Porto Alegre, Espinosa começou sua carreira como jogador de futebol, atuando pelo Grêmio. Em oito anos de carreira, também teve passagens por CSA, Caxias e Esportivo. Neste último, inclusive, iniciou sua carreira de treinador, em 1979, um ano após pendurar as chuteiras.

Como técnico, Valdir se tornou um profissional de renome, principalmente após voltar para o Grêmio, em 1983. A frente do tricolor gaúcho, o comandante tinha um time cheio de craques em suas mão, como Renato Gaúcho, Mário Sérgio e De Léon, e acabou conquistando os títulos da Libertadores da América e do Mundial de Clubes daquele ano.

Depois de mais um ano no Grêmio e passagens por Arábia Saudita e Paraguai, Valdir chegou ao Botafogo em 1989 com a missão de conquistar o título carioca, feito que o clube não realizava havia 21 anos. E a missão foi cumprida com sucesso. A equipe foi campeã estadual daquele ano de maneira invicta diante do Flamengo na final.

Então, Espinosa acumulou passagens por diversos clubes no Brasil e no exterior como treinador, colecionando títulos estaduais por Londrina, Ceará e Brasiliense. Até que em 2016 retornou ao Grêmio, mas dessa vez para atuar como diretor de futebol, participando do título da Copa do Brasil daquele ano. Ele foi demitido por alguns problemas de relacionamento com outros membros da diretoria tricolor pouco antes da conquista da Libertadores de 2017.

O velório do eterno professor será realizado nesta quinta-feira (27), das 15h às 22h (de Brasília), no Salão Nobre de General Severiano, sede do Botafogo.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 44K RANK 1
LEITURAS 134M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook