noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

"Vejo Hazard ganhando a Bola de Ouro. Ele é o Michael Jordan do futebol"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,528

Pin Hazard, um talento superior aos olhos de Martínez. EFE/Rodrigo Jiménez
Hazard, um talento superior aos olhos de Martínez. EFE/Rodrigo Jiménez

"Vejo Hazard ganhando a Bola de Ouro. Ele é o Michael Jordan do futebol"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,528

Em passagem pelo 'El Larguero', da 'Cadena SER', Roberto Martínez, técnico belga, expôs o nível superior de Eden Hazard e o que acredita que o jogador pode conseguir com o Real Madrid.

Ele chegou no verão ao Real Madrid como estrela. Levou tempo para se acostumar e entrar na forma física, mas nos últimos jogos ele já se destacava. Agora, com sua lesão preocupante, o Real Madrid não sabe quando voltará a ver o melhor Hazard. Roberto Martínez, por sua vez, enxerga no ex-do Chelsea uma estrela mundial, também nos próximos anos.

"Vejo Hazard ganhando a Bola de Ouro, ele tem tudo para ser uma Bola de Ouro O que ele fez na França é nível Bola de Ouro e o perfil que ele tem sempre se qualifica para o prêmio. Ele fez isso no Chelsea. na França. É difícil para um estrangeiro ser referência de um projeto feito para vencer a Liga. Ele é um jogador de último passe, um Michael Jordan. Hazard é o Michael Jordan do futebol", disse o treinador belga em suas palavras a 'El Larguero' da 'cadena SER'.

Para 'Bob' Martínez, é "uma pena" perder o clássico contra o Barcelona. Um problema que faz com que a lesão belga dure, pelo menos, até janeiro.

"Não tenho falado com Hazard ultimamente. Eu estava no dia do Paris Saint-Germain e Eden não é um dos que deixa o campo. Sabia que era uma lesão grave. Imaginei algo mais grave do que o inicialmente anunciado", disse Roberto Martínez.

Ele também se elogiou Courtois: "Eles são diferentes. Courtois é o melhor do mundo. Não existe outro. A presença dele permite permite cobrir ângulos que outros não podem. Ele tem uma coordenação incrível. Ele tem uma personalidade incrível, domina a transição com perfeição, ele é um jogador moderno. Ele merece, porque não é fácil ver um jogador que tenha essa consistência".

Sobre o racismo visto nos últimos meses no futebol italiano, 'Bob' o condenou totalmente: "A situação na Itália é muito triste. Não é racismo, é muito difícil de explicar. O torcedor italiano vê isso como algo engraçado. Eles não se enxergam como uma nação racista, é uma questão de educação, intolerável".

E ele encerrou com uma frase sobre a próxima Eurocopa: "Eu não gostaria de jogar contra a Espanha, a menos que seja na final em Wembley...".

BeSoccer

BeSoccer

noticias 42K RANK 1
LEITURAS 129M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook