noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

A única chance de o Santos sobreviver

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 135

Pin Venda de Lucas Veríssimo é a única chance de o Santos sobreviver. EFE
Venda de Lucas Veríssimo é a única chance de o Santos sobreviver. EFE

A única chance de o Santos sobreviver

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 135

O time, segundo Orlando Rollo, não tem dinheiro nem para pagar os salários do resto de 2020 ao elenco.

O momento financeiro do Santos é bastante delicado. Sem dinheiro para fechar as contas do ano, o presidente do clube acredita que a única maneira de arrecadar o necessário seja vendendo algum jogador, e o mais provável é Lucas Veríssimo

"O Santos precisa negociar o Lucas Veríssimo. O Santos não tem condição de sobrevivência até janeiro se não negociarmos ele. O Santos tem dívida a curto prazo, entre salários e dívidas na Fifa, de cerca de R$ 54 milhões. Tínhamos recebíveis ínfimos, de aproximadamente R$ 5 milhões, quando assumimos. O atleta tem que ser negociado", disse o presidente, Orlando Rollo, em coletiva nesta sexta-feira (20).

Veríssimo até recebeu propostas para deixar o clube, entre elas uma do Benfica, de Jorge Jesus, que ofereceu  € 7 milhões (R$ 43,3 milhões, de acordo com a cotação atual) para ter o zagueiro em seu elenco, mas a negociação foi negada pelo Conselho Deliberativo que, por conta da proximidade das eleições presidenciais do clube, precisa aprovar qualquer movimentação do futebol santista. 

Tentando reverter a decisão do Conselho, Orlando Rollo e os demais dirigentes do clube estão se movimentando para preparar um documento que detalha a situação financeira do clube. O documento deve ser enviado ao Conselho Fiscal, a fim de tentar que, em reunião extraordinária, o Conselho Deliberativo reverta a negativa da venda. 

Além das dificuldades enfrentadas agora, o Santos também alega não ter nenhum valor que possa ser antecipado, uma vez que já foi eliminado da Copa do Brasil e a premiação do Campeonato Brasileiro depende da posição final na tabela de classificação.

O Santos, porém, agora corre contra o tempo. Por um lado o Benfica está prestes a desistir do negócio, segundo Rollo, e do outro o Peixe não tem dinheiro para pagar os salários de novembro e dezembro de seus atletas. "Se não conseguirmos vender o Lucas Veríssimo, não vejo solução financeira", disse o presidente.

Além deste aspecto financeiro, o Santos também vê a situação com o Huachipato, do Chile, em relação à dívida por Soteldo se complicar novamente. Depois de um acordo ter sido feito, de forma que o Peixe quitasse suas pendências com o s chilenos, novas exigências foram feitas.

Segundo o acordo feito pelos times, o Huachipato voltaria a ter 100% dos direitos de Soteldo e a dívida estaria quitada, de forma que o chilenos retirariam o processo aberto na Fifa contra o Alvinegro. Agora, porém, novas exigências, não aprovadas pelo Conselho, foram feitas e as negociações reabertas. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 59K RANK 1
LEITURAS 159M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook