noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

Weverton, mais decisivo do que nunca no Palmeiras

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 121

Pin Weverton, mais decisivo do que nunca no Palmeiras. EFE
Weverton, mais decisivo do que nunca no Palmeiras. EFE

Weverton, mais decisivo do que nunca no Palmeiras

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 121

O goleiro nunca foi tão acionado desde sua chegada ao clube, mas tem feito a diferença enquanto o time sonha com os maiores títulos possíveis.

Weverton já está na história do Palmeiras. Fez parte do time campeão brasileiro em 2018 e teve atuação decisiva na conquista do Paulistão de 2020 ao defender dois pênaltis na disputa alternada contra o Corinthians. Colocar-se no grupo de grandes goleiros alviverdes de todos os tempos, no entanto, é um desafio a mais. Afinal de contas estamos falando do clube que imortalizou Oberdan Cattani, Leão, Velloso, Marcos e, mais recentemente, Fernando Prass. E é justamente nesta reta final de temporada 2020, já inserida dentro de 2021, que o atual guardião da meta palmeirense tem mostrado estar à altura deste desafio.

O título paulista conquistado na marca da cal foi importante, claro, mas se tivermos que pensar em exibições marcantes do camisa 1 do Palmeiras será praticamente impossível não citar o seu desempenho contra o River Plate, na semifinal da Libertadores. Weverton teve atuação decisiva tanto na ida, com a vitória por 3 a 0, quanto na tensa derrota por 2 a 0 na volta, que garantiu a vaga alviverde para a finalíssima do torneio continental.

No primeiro encontro, na Argentina, se Weverton não tivesse defendido à queima roupa o chute dado na pequena área por Jorge Carrascal, quando o placar ainda estava zerado, a história daquele duelo provavelmente teria sido outra. Na volta, foi vazado três vezes, ainda que apenas dois gols tenham sido legais. Sofreu como todo o time, mas deixou o campo como o melhor de sua equipe. Conseguiu segurar a onda no “abafa” dos argentinos e fez grande defesa em cabeçada desferida na reta final da partida.

Dias depois, voltou a ser decisivo pelo Palmeiras. A equipe de Abel Ferreira amassou o Grêmio, adversário na final da Copa do Brasil, no primeiro tempo do jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Alviverde fez um gol mas poderia ter feito alguns outros mais – roteiro parecido ao da ida contra o River Plate, marcado também por chances desperdiçadas no ataque. Na segunda etapa o Tricolor Gaúcho foi quem tomou as rédeas da partida, realizada dentro do Allianz Parque, e chegou ao empate através de cabeçada de Diego Souza nos minutos finais.

Antes, contudo, Weverton havia impedido o atacante gremista de marcar fazendo uma defesa à queima roupa. E no último ato do encontro voou no ângulo para, novamente, frustrar o atual artilheiro do Brasil na temporada 2020. Defesaça que garantiu ao menos um pontinho aos alviverdes e fez o próprio Diego Souza tecer elogios ao camisa 1: “Eu tirei bem, mas o Weverton fez uma grande defesa, não à toa é um grande goleiro, de seleção brasileira, e merecidamente fez essa defesa”, disse ao Premiere FC depois do jogo.

Perguntado sobre a importância de Weverton para este Palmeiras, o auxiliar de Abel Ferreira, João Martins, resumiu muito bem ao dizer simplesmente que “não há palavras”. Mas é possível ver a dimensão. Sem Weverton o destino na Libertadores poderia ter sido outro, assim como neste último encontro contra o Grêmio. O desempenho decisivo fez até com que um ídolo se transformasse em fã. Marcos, imortal do Palmeiras debaixo das traves, não tem escondido a admiração que sente pelo atual arqueiro alviverde.

“O home (sic) tá voando!” escreveu o ex-goleiro em sua rede social. A resposta de Weverton foi um “eu te amo”.

Os números também comprovam a excelente fase do goleiro. Nesta temporada 2020, considerando todas as competições, ele é quem mais fez defesas (124), é apenas o quarto menos vazado (sofreu 31 gols) e só não acumula mais jogos sem sofrer gols do que o colorado Marcelo Lomba (18 de Weverton contra 20 do arqueiro do Inter). Os números são da Opta Sports.

Weverton nunca precisou ser tão acionado no Palmeiras quanto nesta temporada, mas também nunca decidiu tanto. O caminho para entrar no pesado panteão de grandes goleiros palmeirenses passa pela conquista dos maiores títulos. A Libertadores, Copa do Brasil e – quem sabe – até o Brasileirão podem lhe ajudar nesta missão enquanto Weverton ajuda o Palmeiras a sonhar com elas.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 63K RANK 1
LEITURAS 166M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook