noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Robinho deve deixar Turquia no meio do ano

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 905

Pin Provável saída de Robinho da Turquia reaquece discussão: seria bem aceito no Brasil? Goal
Provável saída de Robinho da Turquia reaquece discussão: seria bem aceito no Brasil? Goal

Robinho deve deixar Turquia no meio do ano

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 905

Mesmo com opção de renovação automática de contrato, atacante brasileiro não deve permanecer no Basaksehir.

Há três anos na Turquia, Robinho provavelmente não deve permanecer no Basaksehir, onde chegou em 2018/19 e com quem tem contrato apenas até junho de 2020. Segundo a 'Goal' o clube de Istambul tem a possibilidade de acionar a opção automática de renovação do vínculo do atacante brasileiro por mais uma temporada (junho de 2021), mas, a princípio, não está interessado num novo acordo.

Lesionado, até por isso não viajou a Lisboa para enfrentar o Sporting, nesta quinta-feira, pela Liga Europa, o experiente jogador, que completou 36 anos em janeiro, tem sido pouco aproveitado pelo novo treinador Okan Buruk. Fez somente 15 jogos oficiais, sendo apenas seis como titular, e não marcou nem sequer um gol na atual temporada.

Buruk, que na última quarta-feira chegou a declarar publicamente que o ex-santista pode jogar "mais dois ou três anos" e fisicamente é um atleta digno de elogios, tem dito nos bastidores que gostaria de reforçar o setor ofensivo com um jovem promissor. Ainda no ataque, a equipe conta com mais dois veteranos: o holandês Elia, de 33 anos, e o senegalês Demba Ba, de 34.

Com a forte possibilidade de sair do Basaksehir, Robinho não deve ter vida fácil para encontrar um novo clube, sobretudo no Brasil. Apesar da enorme identificação com o Santos, onde iniciou a carreira e conquistou cinco títulos, o "Menino da Vila" carrega consigo um histórico que envolve uma condenação por estupro na Itália. 

No fim de 2017, o atacante foi condenado a nove anos de prisão pelo estupro coletivo de uma jovem albanesa, num ato cometido no dia 22 de janeiro de 2013, em Milão - na ocasião, representava o Milan. De acordo com a sentença, o abuso sexual foi praticado juntamente com outros cinco brasileiros. 

Robinho, vale lembrar, recebeu o veredito quando jogava no Atlético-MG. Uma onda de protestos feitos por torcedores, principalmente pela ala feminina, acabou por determinar poucas semanas depois a saída do atleta do Galo, que foi duramente criticado por, inicialmente, fazer silêncio sobre o caso e cogitar internamente uma renovação de contrato.

Hoje, no Santos, uma parte expressiva da torcida não vê com bons olhos o retorno do jogador, que já passou também por Real Madrid, Manchester City, Guangzhou Evergrande e Sivasspor. O presidente José Carlos Peres, por sua vez, revelou recentemente que é a favor da contratação.

"Nós temos interesse no Robinho, sim. É um grande jogador, é líder de vestiário. Se houver possibilidade, vamos trazer, sim (...) É um Menino da Vila, não impedimos que um menino volte. Dois ou três anos acho que ainda joga muito", declarou o dirigente santista, em novembro do ano passado. 

Na Turquia, algumas pessoas ligadas ao Basaksehir e ao próprio jogador não descartam, por exemplo, a possibilidade de Robinho aceitar um "convite final" para jogar num mercado alternativo, como o asiático, tudo isso para ficar longe dos holofotes. São poucos, é verdade, mas há também quem acredite até numa eventual aposentadoria já no meio do ano.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 44K RANK 1
LEITURAS 133M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook