noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Bundesliga de regresso: 4 jogadores que estavam na melhor forma das suas carreiras

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 2 360

Pin O futebol voltou na Bundesliga, primeiro grande campeonato após a pandemia. LEOlytics
O futebol voltou na Bundesliga, primeiro grande campeonato após a pandemia. LEOlytics

Bundesliga de regresso: 4 jogadores que estavam na melhor forma das suas carreiras

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 2 360

A bola voltou a rolar na Alemanha, trazendo a campo times de alto nível com alguns dos melhores nomes do futebol mundial. Apresentamos uma lista de quatro atletas da Bundesliga que estavam em grande momento antes da chegada da pandemia.

A emoção do futebol europeu está de volta. Depois de meses de inactividade que levaram ao tédio dos fãs e ao desespero das casas de apostas desportivas, a Bundelisga é o primeiro grande campeonato a retomar a actividade.

Na Alemanha, o título continua em aberto, com o eterno campeão Bayern Munique a ser perseguido de perto pelo Dortmund, pelo Leipzig, e pelo M'Gladbach. O retorno do futebol alemão conta com a atenção dos adeptos, que estão curiosos para perceber se os grandes craques da Bundesliga serão capazes de manter a forma que vinham a apresentar desde o início da época.

Hoje, vamos olhar para os casos de 4 jogadores que estavam a jogar o melhor futebol das suas carreiras antes da interrupção dos campeonatos europeus.

Erling Haaland

Este jovem avançado norueguês de apenas 19 anos já é um dos grandes nomes do futebol mundial. Mas será que o momento de inspiração é para continuar? Entre Salzburgo e Dortmund, Haaland marcou 40 golos em 33 jogos em 2019/20. Desde que chegou à Alemanha, tem vindo a demonstrar que a sua veia goleadora também é capaz de se fazer sentir numa das mais exigentes ligas do mundo.

Apontado a gigantes como o Real Madrid, Barcelona, ou Manchester United, Haaland tem tudo para se tornar numa das maiores referências do desporto-rei durante a próxima década. Mas para tal, é preciso continuar a ser decisivo e a marcar golos de forma consistente.

AFP

Alphonso Davies

Ainda antes de Haaland aterrar em Dortmund, havia outro adolescente a levar os adeptos alemães à loucura. Alphonso Davies nasceu no Canadá, um país ainda pouco habituado aos grandes palcos do futebol. Em 2018, trocou o Vancouver Whitecaps pelo Bayern Munique e não demorou muito tempo a tornar-se numa das maiores referências do gigante alemão.

Desde que Hans Dieter-Flick assumiu o comando da equipa, Davies tem sido um dos motores do jogo do Bayern. Na posição de ala esquerdo, Davies assumiu-se como um atleta capaz de correr o campo inteiro para atacar com eficácia e defender com segurança. A sua velocidade, poderio físico, e habilidade com bola prometem fazer dele uma espécie de Alexander-Arnold esquerdino. Mas para tal, é preciso continuar a jogar e a evoluir.

EFE

Sèrge Gnabry

Também em Munique está um extremo que tem tido em 2019/20 a sua época de afirmação. Ao contrário do que se esperava, Gnabry mostrou ser muito mais do que um suplente no Bayern, e tem ajudado a matar as saudades de Robben e Ribéry desde o início da temporada.

Já marcou 18 golos, incluindo 4 num só jogo da Liga dos Campeões (aquele jogo contra o Tottenham). Mas a carreira de Gnabry, que chegou a ser dispensado pelo Arsenal, tem sido marcada por altos e baixos. Será que ele vai ser capaz de manter o nível no que resta da época?

AFP

Timo Werner

Werner não é uma novidade no mundo do futebol. O internacional alemão está habituado a ser o homem-forte do Leipzig, onde joga desde 2016. Mas este ano tem sido especial para o avançado, que já leva 27 golos marcados.

A chegada de Nagelsmann ao Leipzig parece ter munido o clube com aquele toque especial que tinha vindo a faltar. Mas será que Werner vai ser capaz de liderar a equipa à conquista do seu primeiro título de campeão alemão?

AFP

BeSoccer

BeSoccer

noticias 47K RANK 1
LEITURAS 138M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook