noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

O futuro do Barça, homem a homem

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 +17k

Pin O futuro do Barça, homem a homem. AFP/EFE/BeSoccer
O futuro do Barça, homem a homem. AFP/EFE/BeSoccer

O futuro do Barça, homem a homem

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 +17k

O que acontecerá com os jogadores e o treinador do Barcelona no final da temporada 2018-19? Alguns têm a continuidade assegurada, outros estão sentenciados, vários dever sair por contrato...

Marc-André Ter Stegen

Peça chave do projeto, vital no presente e o futuro do BArcelona. Tem contrato e é titular fixo. Dos melhores da temporada.

Jasper Cillessen

O holandês já disse publicamente que quer mais minutos. Não lhe chega a Taça. O Benfica segue os seus passos, mas também é vigiado por clubes ingleses e até espanhóis.

Nélson Semedo

Jogou 45 encontros, mas não deu a sensação de ser titular na lateral direita. Assinalado por vários desajustes defensivos em jogos importantes.

Gerard Piqué

Certamente, ao lado de Leo Messi, é o melhor da temporada azulgrana. Vital no projeto, passou dos trinta e o clube deve pensar num substituto para o central multicampeão. No entanto, não sai muito bem visto do desastre de Anfield.

Clément Lenglet

O central francês respondeu ao desafio no seu primeiro ano como azulgrana e perante a constante baixa de Umtiti. Salvo surpresa, continuará.

Thomas Vermaelen

O veterano central belga acaba contrato. Apenas esteve em 12 encontros. Não vai continuar.

Jean-Clair Todibo

Um projeto de futuro chegado do Toulouse. Há que dar-lhe tempo. Apenas jogou dois encontros.

Jeison Murillo

Chegou em dezembro emprestado, apenas teve continuidade. Chegou por problemas na defesa mas Piqué e Lenglet fecharam o lugar.

Jordi Alba

Renovou recentemente até 2024. Assinou uma das melhores temporadas da sua vida, mas caiu por completo frente ao Liverpool em Anfield e na final da Taça. Agora é pontual no Barça.

Samuel Umtiti

O seu futuro no Barça é uma incógnita. Depois de um ano brilhante, coroado pelo Mundial da Rússia, o joelho não fez nada mais que dar-lhe problemas. No clube andam incomodados pela sua nega à operação.

Sergi Roberto

O canterano foi um fixo para Valverde, apesar de ter voltado a mostrar carências defensivas nos jogos de maior nível. Outro tocado pelo mau final da temporada.

Ivan Rakitic

O médio croata jogou quase tudo com Valverde, com mais de 50 encontros nas costas. A sua temporada teve altos e baixos. Quer renovar e o clube pensa nisso. Acabou chateado ao ser substituído no final da Taça. Dúvidas com Rakitic.

Sergio Busquets

Pela primeira vez na sua carreira, Sergio Busquets viveu uma situação insólita para ele: ouviu assobios, apesar de tímidos, das bancadas. Arrasado em Anfield, aos quase 31 anos mostrou alguns sintomas de baixa física. É um fixo mas ficou exposto. Contrato até 2023.

Philippe Coutinho

A temporada de Coutinho não a assina nem Stephen King. A contratação mais cara da história do FC Barcelona naufragou. No ano que tinha que dar um passo em frente nem rendeu como extremo nem como interior. Assobiado pelos adeptos, o seu futuro parece fora do Camp Nou. Mas o Barça encontra problemas em colocá-lo.

Arthur Melo

O seu rendimento agradou no seu primeiro ano como azulgrana. apesar de ter baixado. A nível numérico, destacou-se com mais de 40 jogos. Conta-se com Arthur para o futuro.

Arturo Vidal

Veio para ser complemento e acabou por jogar 53 encontros. O chileno ganhou o respeito do Camp Nou pela sua entrega, coragem e qualidade. Messi apostou pela sua continuidade.

Carles Aleñá

No seu primeiro ano como integrante do principal plantel ofereceu um rendimento correto e detalhes que fazem sonhar. Jovem e com potencial, a renovação passa por um papel crescente de Aleñá.

Rafinha

Quando estava a começar a contar na temporada lesionou-se com gravidade no joelho. Tem mais um ano de contrato.

Luis Suárez

Temporada notável de Suárez, apesar de ter os piores dados de sempre: 25 golos, os mesmos que no seu primeiro ano mas com seis encontros a menos (49 e 43). Companheiro de Messi, tem mais dois anos de contratos. Aos 32 anos e assinalado na Champions, começa a pedir um concorrente real pelo posto.

Ousmane Dembélé

Quando esteve saudável jogou bem e marcou golos. O avançado francês é uma aposta de futuro, apesar dos seus atrasos nos treinos e outros detalhes não desportivos. As lesões voltaram a golpeá-lo. O Barça espera a sua explosão como jogador.

Malcom

Notou-se que Valverde nunca teve muita fé. Marcou ao Inter e ao Real, deixando alguns pedaços de qualidade. O seu futuro é uma incógnita.

Kevin-Prince Boateng

Foi contratado para dar descanso a Suárez e pouco se viu, nem sequer esteve na final da Taça que Suárez não jogou por ter sido operado. Voltará ao Sassuolo, que o cedeu ao Barcelona por dois milhões. Negócio de rentabilidade nula.

Leo Messi

Que dizer de Leo Messi, que com 36 golos na Liga conquistou a sua sexta Chuteira de Ouro. Temporada excelente a nível pessoal, dos poucos que criou alguma coisa no desastre de Anfield ou na derrota da final da Taça. O Barcelona deve reconstruir-se em torno do argentino que em breve completa 32 anos.

Ernesto Valverde

Renovou recentemente até 2020 e com uma temporada de opção. Bartomeu, Messi ou Piqué defenderam publicamente o treinador apesar das recentes deceções. Nos seus dois primeiros anos conquistou as Ligas. A sua imobilidade na Champions é o grande problema.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 40K RANK 1
LEITURAS 126M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook