Por que a convocação de Fred para a Copa do Mundo da Rússia foi merecida

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 4,405

Pin Fred realizou uma excelente temporada. Goal
Fred realizou uma excelente temporada. Goal

Por que a convocação de Fred para a Copa do Mundo da Rússia foi merecida

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 4,405

Meia "box to box" chamou a atenção dos melhores treinadores do mundo naquela que foi a sua melhor carreira como jogador profissional.

Depois dos jogos Brasil Global Tour em março, diante de Rússia e Alemanha, Tite praticamente definiu a ida de Fred para a Copa do Mundo. O volante do Shaktar Donetsk, vive a melhor fase de sua carreira e impressionou o treinador da Canarinho e toda a sua comissão técnica nos dias em que estiveram juntos.

A confirmação, no entanto, só veio na última segunda-feira(14), quando o treinador divulgou a lista dos 23 convocados que vão brigar pelo hexcampeonato na Rússia. E apesar da grande fase de Fred, há no Brasil quem ouse contestar a convocação do meia. 

Para explicar os motivos que levaram Fred à Seleção e por que sua convocação é justa voltamos no tempo, mais precisamente em 2016, quando o jogador foi um dos escolhidos para defender o Brasil no importante Jogos Olímpicos do Rio, dois dias depois do fim de sua suspensão por doping. No entanto, ele não foi liberado pelo Shaktar para disputar a competição.

Ou seja, isso prova que a história de Fred na Seleção Brasileira não começou ontem, na verdade teve início em novembro de 2014, após a Copa do Mundo do Brasil quando foi convocado pelo técnico Dunga para substituir Rômulo, cortado por lesão. 

Desde então, Fred passou a ser um nome no time do ex-treinador brasileiro e mesmo com a saída de Dunga seguiu na rota brasileira. Ele disputou a Copa América de 2015 e teria sequência na Seleção se não fosse a suspensão por doping. 

Fred deu a volta por cima, se fortaleceu físicamente e mentalmente enquanto esteve afastado dos gramados e voltou ainda mais forte. Se tornou um pilar no meio-campo de Paulo Fonseca e se transformou no famoso volante box to box, tão destacado por Tite nas coletivas de imprensa. 

"Gosto de sair para o jogo e o treinador me dá essa liberdade, mas sem me desligar da marcação. Meu estilo sempre foi esse, de vir de trás distribuindo o jogo, procurando armar as jogadas. Sempre que possível, chego pra finalizar também, aparecendo como elemento surpresa, buscando brechas no meio da defesa", disse Fred em entrevista à Brasil Global Tour em fevereiro deste ano. 

Não foi só a Tite que Fred conquistou, dois dos principais técnicos do futebol mundial desejam contar com o meia em suas equipes para a próxima temporada, são eles ninguém menos que Pep Guardiola, do Manchester City e José Mourinho, do United. A dupla inglesa indicou o brasileiro como reforço para seus respectivos meio-campo. 

Esta semana, o 'Mundo Deportivo', de Barcelona, noticiou também que o time catalão estaria disposto a tentar a contratação do meia que seria um "substituto a longo prazo de Sergio Busquets". 

Com bom passe, visão de jogo e principalmente facilidade em lançamentos e viradas de bola, Fred garantiu a sua vaga não só pelas características que se encaixam exatamente no que Tite procura mas também pela performace em alto nível nesta temporada. Ele chegou até as oitavas de final com o Shaktar na Champions, onde caiu em um jogo duríssimo contra a Roma.

Fred também foi um dos responsáveis por conduzir a sua equipe na conquista de mais um título nacional, este com uma rodada de antecedência, além da Copa da Ucrânia, diante do Dínamo de Kiev. Ao todo, o brasileiro colocou em seu currículo 9 conquistas pelo time da Ucrânia. 

 

Pelo Shaktar, Fred soma 155 jogos e um total de 14 gols marcados, nesta temporada, ele entrou em campo 37 vezes balançando as redes em quatro oportunidades, uma delas diante da Roma, nas oitavas de final desta edição da Champions League. 

Há menos de três anos era praticamente impossível imaginar que Fred pudesse voltar a jogar em alto nível, mas apesar das pedras no caminho ele continuou trabalho forte e conquistou uma honraria que é para poucos, defender o Brasil numa Copa do Mundo. Com dedicação e talento, o meia tem total mérito de chegar onde chegou. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 19K RANK 1
LEITURAS 63M RANK 1
Mais notícias do autor
Cookies use: We use our own and third party "cookies" to improve our services, develop statistical analysis, analyse browsing habits and create interest groups. This allows us to customise the content we offer and show related advertising to your preferences. We also share this browsing analysis and interest groups with third parties. To continue browsing, please accept its use. Mais info e configurações. Aceitar

Follow BeSoccer on Facebook