noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Basta! Entreguem a Taça ao Flamengo

Pin Entreguem a Taça ao Flamengo. EFE
Entreguem a Taça ao Flamengo. EFE

Basta! Entreguem a Taça ao Flamengo

O Flamengo foi até Porto Alegre enfrentar o Grêmio e saiu do sul do país com um excelente resultado, colocando as duas mãos no título de campeão brasileiro.

Era o reencontro de duas camisas pesadas do futebol brasileiro. Grêmio e Flamengo voltaram a ver as caras depois da goleada sofrida pelo time gaúcho nas semifinais da Libertadores por 5 a 0. 

Para o jogo de hoje, Jorge Jesus enviou a campo um 'mistão' de respeito, poupando os titulares para o jogo decisivo contra o River, mas com nomes como Diego, Reinier, Gabigol e Arrascaeta. 

Já o Grêmio de Renato Gaúcho foi com o que tinha de melhor, levando em consideração os desfalques estrangeiros, porém, não foi suficiente para fazer frente ao embalado Flamengo.

Logo aos dois minutos, um bolão de Arrascaeta (eleito o melhor da partida) deixou Lucas Silva na cara de Paulo Victor, mas o atacante bateu fraquinho e o goleiro ficou com ela. 

O Flamengo deixava o Grêmio com a bola e aproveitava os contra-ataques. Em um desses, Gabigol rolou para Arrascaete e recebeu de volta na cara do gol, bateu, mas o goleiro fez a defesa. 

O primeira lance de perigo do Grêmio veio aos 27' com Cortez. O Grêmio distribuiu bem a bola na entrada da área do Flamengo. Everton Cebolinha chutou de fora, no meio do caminho Cortez ficou com ela e bateu para a defesa de Diego Alves. 

Aos 33' o lance determinante da partida, com uma grande dose de polêmica. Gabigol recebeu na área e fez o cruzamento, a bola tocou no braço de Leo Moura e o juiz marca a penalidade. A polêmica está justamente ai, já que de acordo com alguns comentaristas de arbitragem, a regra mudou e a bola bateu no braço de apoio de Leo Moura. 

O VAR checou a jogada e validou o pênalti. Gabigol bateu com muita categoria, bola de um lado e goleiro do outro. Com esse gol, Gabigol superou Zico como o o maior artilheiro do Rubro-Negro em uma edição do Brasileirão, com 22 gols. 

No segundo tempo, o Grêmio foi para cima, Renato colocou mais atacantes em campo, mas não conseguia furar a defesa carioca. 

Cebolinha deixou três jogadores do Flamengo para trás, mas na hora do chute, errou feio! Pepê recebeu com certa liberdade e mandou por cima. A coisa estava complicada, até que surgiu uma luz no fim do túnel. 

Aos 73' do segundo tempo, na Arena do Grêmio, Gabigol viu o cartão amarelo e logo em seguida o cartão vermelho, deixando o rubro-negro com um jogador a menos. 

O atacante reclamou com o bandeirinha uma marcação de falta e acabou recebendo o amarelo. Logo, o atacante ironizou o árbitro batendo palmas, viu o vermelho e foi para os vestiários mais cedo. 

Com o um a mais o Grêmio pressionou ainda mais, criou oportunidades, obrigou Diego Alves a trabalhar, mas não teve jeito, a bola não entrou e o Flamengo colocou a mão na taça.

Com a vitória, o Flamengo chegou a 81 pontos, abriu impressionantes 13 de vantagem para o Palmeiras (que não passou do empate contra o Bahia) e pode ser campeão mesmo sem entrar em campo na próxima rodada do Brasileirão. 

O jogo entre e Flamengo e Vasco referente a 34º rodada do campenato brasileiro foi antecipado devido a final da Libertadores, por isso, caso o Palmeiras não vença o Grêmio, o time carioca será campeão. 

Rafael Alexandre Coelho

Rafael Alexandre Coelho

noticias 429 RANK 9
LEITURAS 2M RANK 9
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook