noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

As cinco lições de Brasil x Senegal

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 996

Pin As cinco lições de Brasil x Senegal. GOAL
As cinco lições de Brasil x Senegal. GOAL

As cinco lições de Brasil x Senegal

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 996

Equipe brasileira começou bem a partida, mas caiu muito de rendimento, sofreu sem criatividade no meio-campo e ficou no empate com o time senegalês.

A seleção brasileira não conseguiu sair do empate com Senegal, no Estádio Nacional de Cingapura, nesta quinta-feira(10). Depois de abrir o placar com Roberto Firmino, a equipe viu Diédhiou balançar as redes em cobrança de pênalti sofrido por Mané e igualar o placar que terminou em 1 a 1

Mais do que o resultado, a seleção sofreu bastante para criar oportunidades. Depois de um bom início de jogo, o time caiu de rendimento e nem mesmo as mudanças feitas pelo treinador surtiram feito. 

Abaixo, o 'Brasil Global Tour' destaca os principais pontos do empate brasileiro:

100 JOGOS DE NEYMAR

O craque brasileiro completou, diante de Senegal, o centésimo jogo com a camisa da seleção brasileira, mas não conseguiu balançar as redes. Além disso, Neymar não fez uma grande partida. Ele teve bons momentos no início do jogo, mas depois passou a ser muito bem marcado pelo setor defensivo do time adversário. 

4-4-2, O NOVO ESQUEMA

Depois de muito tempo no 4-1-4-1, Tite optou por mudar o esquema da equipe e adotou novamente o 4-4-2, já utilizado pelo treinador em outra oportunidade da carreira. Com isso, Firmino passou a ser o o "homem de referência" com Neymar mais próximo do gol. No entanto, a falta de mobilidade no meio-campo acabou atrapalhando um pouco a fluidez de jogo da equipe. Faltou criatividade e as infiltrações dos atletas vindo de trás. 

ESTREIAS

Em busca de dar sangue novo ao time, Tite promoveu duas importantes estreias, Renan Lodi, do Atlético de Madrid, entrou em campo na vaga de Alex Sandro, na lateral-esquerda. No meio-campo, com um Arthur bastante apagado, o treinador lançou Matheus Henrique, do Grêmio. 

EDERSON COM SEQUÊNCIA

Sem Alisson, que ganhou um "descanso" da Seleção, Ederson teve a oportunidade de emplacar o terceiro jogo seguido pela Canarinho. O goleiro do Manchester City apareceu bem, e no segundo tempo chegou até evitar duas boas oportunidades do time senegalês. 

LADO DIREITO SOBRECARREGADO

Com os volantes participando pouco das construção do jogo, Daniel Alves acabou sendo mais acionado e, por vezes, sofreu com a velocidade e qualidade de Mané que caía nas costas do lateral brasileiro. Marquinhos foi bastante acionado por ali para fazer a cobertura e chegou a ficar sobrecarregado. Cometeu o pênalti que originou o gol de empate de Senegal. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 35K RANK 1
LEITURAS 114M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook