noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Cinco anos do segundo triplete do Barça

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 426

Pin O Barça ganhou seu segundo triplete em 2015. EFE
O Barça ganhou seu segundo triplete em 2015. EFE

Cinco anos do segundo triplete do Barça

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 426

Em 6 de junho de 2015, o Barcelona derrotava a Juventus por 3 a 1 e conseguia o segundo triplete de sua história depois de ter ganho a LaLiga e a Copa del Rey. Foi o triplete do tridente 'msn'.

É difícil encontrar na história uma temporada tão convulsiva com um final tão feliz. O início do projeto do Barça de Luis Enrique, que quase explodiu em mil pedaços em janeiro de 2015, terminou com a equipe 'culé' vencendo tudo apenas cinco meses depois.

A catarse catalã foi alcançada pela equipe em um 6 de junho de 2015, que faz cinco anos neste sábado, o triplete pela segunda vez em sua história.

Foi um trio de títulos diferentes dos de Pep Guardiola na temporada 2008-09, embora com algumas semelhanças. Tanto ele como Luis Enrique chegaram para quebrar uma fase anterior decepcionante, deixaram dúvidas no início da temporada... e acabaram como um rolo compressor.

Se o Barça de Pep fechou a Liga com o 2-6 do Bernabéu e não deu chance ao Manchester United na final em Roma, o espanhol deixou jogos para recordar na Liga dos Campeões, onde venceu todos os campeões das principais ligas desde as oitavas de final.

O sucesso de Luis Enrique no Barça foi baseado no tridente formado por Messi, Suárez e Neymar. O uruguaio chegou e, embora tenha passado alguns meses sem jogar devido à sanção da Copa do Mundo, reativou os dois craques.

Leo fez a temporada mais completa de sua carreira depois que o 'annus horribilis' sob as ordens de Martino e Neymar finalmente se adaptou ao futebol europeu e começou a tornar seu jogo mais direto, com menos frescuras e muito mais eficácia do que o mostrado no 2013-14.

Um projeto que pode não ter chegado ao fim se a diretoria não tivesse sido paciente. Em janeiro, antes de glórias e sucessos, um confronto entre Luis Enrique e Messi pela substituição de Anoeta, em um jogo que o Barcelona perdeu, quase arruinou tudo.

Isso causou a saída de Zubizarreta e Puyol, mas a equipe se manteve firme e fez um exclente papel nos últimos cinco meses da temporada.

Foi o Barça do drible de Messi a Boateng, o gol icônico do argentino contra o Athletic na final da Copa... e também de Rakitic, Iniesta ... e até Xavi, que encerrou sua impecável etapa 'culé' com um triplete e até mesmo sendo um homem importante como alívio.

Desde então, apesar de os títulos continuarem caindo na conta do 'can Barça', a equipe continua buscando sucesso na Liga dos Campeões. O clube fez uma temporada semelhante à de 2014-15 na temporada passada, mas Anfield foi uma barreira intransitável para um time que acabou derrotado e até concedeu a Copa ao Valencia. Dias melhores virão.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 50K RANK 1
LEITURAS 142M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook