noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

Cruzeiro fica na Série B para 2021: e agora?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 144

Pin Confira a situação do Cruzeiro. EFE/Kiyoshi Ota
Confira a situação do Cruzeiro. EFE/Kiyoshi Ota

Cruzeiro fica na Série B para 2021: e agora?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 144

Confira os dilemas e objetivos que passam a permear o ambiente na Toca da Raposa com a certeza da permanência na segunda divisão

Após o rebaixamento no Brasileirão 2019 e uma temporada complicada na segunda divisão, o Cruzeiro seguirá na Série B em 2021.

Com a derrota por 1x0 para o Juventude no último sábado (16), o Cruzeiro não tem mais chances de promoção para a Série A, e agora começa a planejar a sua segunda temporada na segundona, fato que não estava nem nos piores pesadelos da torcida celeste.

E agora que o objetivo de voltar à elite ficou impossível, o que sobra para a Raposa neste final de temporada 2020?

Escapar de um novo rebaixamento

A meta mais urgente neste janeiro de 2021 é não terminar rebaixado para a Série C, segundo palavras do próprio Felipão. Hoje, a Raposa ocupa a 14ª posição, com 44 pontos conquistados.

“Em nove vezes, o clube esteve (na zona de rebaixamento) para a Série C, depois nunca mais entrou. E tomara que possamos tirá-lo da Série C, o que é para nós, neste ano, do jeito que estão as coisas, do jeito que se procedeu tudo, é uma grande vitória”, disse o treinador sobre a atual situação do clube.

Buscar maneiras de lidar com impacto financeiro

Outro dos fatores mais delicados da permanência do Cruzeiro na segunda divisão é o impacto financeiro aos cofres do clube. Sem as grandes receitas da Série A do Brasileirão, o clube se vê com ainda menos recursos para lidar com uma dívida que se aproxima de um bilhão de reais.

Lidar com a insatisfação interna 

A insatisfação dos jogadores e o clima interno também jogam contra o Cruzeiro neste momento. O experiente atacante Rafael Sóbis comentou a situação, após a derrota por 1 a 0 para o Oeste, utilizando palavras fortes e fazendo mistério.

"O momento é difícil, os jogadores que estão aqui são heróis porque tem muita coisa acontecendo. É muito difícil, muito difícil mesmo. As pessoas não sabem ainda de 10% do que está acontecendo (...) na hora certa vocês vão saber de tudo saber de tudo", desabafou Sóbis.

O zagueiro Dedé, que sequer entrou em campo nesta temporada, recentemente entrou com uma ação na Justiça contra o Cruzeiro. A sua alegação é de que não recebe os salários integrais há dez meses, além de atrasos no FGTS, terço constitucional de férias, 13º, direito de imagem, cláusula compensatória dos meses restantes de contrato e indenização por danos morais por uma declaração do ex-presidente Wagner Pires de Sá sobre suas lesões. No total, os valores ultrapassam os R$ 35 milhões. Cruzeiro ainda tenta chegar a um acordo com o jogador.

Atualmente o clube mineiro ainda deve duas folhas e meia de salário (parte de outubro, novembro e dezembro), além do 13º para o atual elenco.

Felipão fica?

Todas estas situações descritas acima, além de algumas reclamações com a falta de melhores opções para o elenco, colocam em dúvida a permanência do técnico Luiz Felipe Scolari, que pode deixar a Toca da Raposa sem precisar pagar sua rescisão contratual apesar de ter assinado vínculo até o fim de 2022.

Pensar na próxima temporada 

Por fim, vale já começar a pensar na temporada 2021 e em como será o planejamento para buscar o acesso à primeira divisão na próxima Série B. E é bom se planejar direitinho, uma vez que a tendência é que os possíveis rebaixamentos de times como Botafogo, Goiás, Bahia, Vasco, Fortaleza ou Sport possa deixar a segunda divisão de 2021 mais disputada do que já é.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 64K RANK 1
LEITURAS 167M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook