noscript image

De 'Lixeira de Ouro' a artilheiro do Brasileirão

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,407

Pin Gabriel é o artilheiro do Brasileirão. BeSoccer
Gabriel é o artilheiro do Brasileirão. BeSoccer

De 'Lixeira de Ouro' a artilheiro do Brasileirão

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,407

"Preste atenção, o mundo é um moinho", já dizia o saudoso poeta Cartola ao se referir as voltas que mundo pode dar, e se no mundo do futebol existe alguém que pode exemplificar isso, este alguém é o atacante do Santos, Gabriel Barbosa - o Gabigol.

Gabriel Barbosa, mais conhecido como Gabigol, já sentiu na pele o quão o futebol é duro, podendo te levar do céu ao inferno em instantes. 

Com apenas 16 anos o atacante fez a sua estreia com a camisa do time da Vila Belmiro, eternizada pelo Rei Pelé. Na época ele era tido como o 'novo Neymar', inclusive a estreia de Gabriel nos profissionais foi justamente no último jogo de Neymar pelo Peixe, antes de se transferir para o Barcelona. 

Em entrevista ao Globoesporte.com depois da partida o jovem jogador disse: "Ninguém vai ser o novo Neymar. Ele é único no Santos. Eu quero procurar meu espaço, fazer gols e ajudar a equipe."

Foi isso que ele fez, no ano seguinte (2014), a jovem promessa brasileira atuou em 31 partidas no Campeonato Brasileiro, marcando oito gols e dando 4 assistências. No ano seguinte um desempenho ainda melhor 10 gols e 7 assistências em 30 jogos, com apenas 18 anos já era um dos principais nomes da equipe ao lado de Lucas Lima, Renato e Ricardo Oliveira.

Em 2016, Gabigol alcançou a glória olímpica e entrou para a história do futebol brasileiro ao conquistar o único título que faltava ao selecionado brasileiro, a medalha de ouro no Jogos Olímpicos. Neste ano também o jogador realizava o sonho de atuar no futebol europeu ao assinar o contrato com a Inter de Milão.

O time italiano pagou 27 milhões de euros ao Santos pelo atacante e um salário que superava os 3 milhões de euros ao ano. Uma oferta irrecusável. Mas lembre-se das palavras de Cartola!

Na Itália, Gabriel não conseguiu se adaptar ao estilo de jogo e praticamente não teve oportunidade de fazer o que mais sabe, atuou em apenas 183' minutos e sem a confiança do treinador marcou apenas um gol. O desempenho foi tão ruim que lhe rendeu o "prêmio Bidone d'Oro", com recorde de votos, em 2017. 

Esse é o reconhecimento dado ao estrangeiro com pior desempenho na temporada italiana e em português significa 'Lixeira de Ouro'. Com uma medalha olímpica e uma lixeira de ouro na estante, Gabriel tentou a sorte em Portugal e chegou ao Benfica por empréstimo.

Nos Encarnados, mais do mesmo, poucas oportunidades, fala de confiança e um pessimo desempenho, o resultado: 164' minutos em campo, um gols marcado e a rescisão do contrato com 6 meses de antecipação. 

Aos 21 anos, Gabigol voltou ao Brasil em janeiro, e no Santos chegou com o objetivo de reecontrar o bom futebol. 

Sob o comando de Jair Ventura a equipe santista não rendeu o esperado e o time 'flertou' com a zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas com a chegada de Cuca o #ReageSantos surtiu efeito e o clube já é o 8ª colocado.

O Santos melhorou e Gabriel reencontrou o seu melhor futebol, e com 5 gols nas últimas duas vitórias do time alcançou a liderança na artilharia do Brasileirão. Deixando o experiente Ricardo Oliveira e Pedro, outra grande promessa do futebol brasileiro, para trás

O contrato com a equipe brasileira vai até dezembro e com as boas atuações renderam ao atacante propostas do Valencia e do mundo árabe, mas ele recusou todas prefere seguir 'em casa' onde voltou a ser feliz. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 24K RANK 1
LEITURAS 82M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook