noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Real Madrid sofre quatro gols em casa e está eliminado da Copa del Rey

Pin Real Sociedad elimina o Real Madrid com superioridade técnica. AFP
Real Sociedad elimina o Real Madrid com superioridade técnica. AFP

Real Madrid sofre quatro gols em casa e está eliminado da Copa del Rey

Dilson Cassaro por Dilson Cassaro @besoccer_es - 0 3,886

Chegando como o líder da LaLiga e jogando em casa, o Real Madrid recebeu a Real Sociedad, viu seu castelo desmoronar e está eliminado da Copa del Rey.

Em disputa única pelas quartas de final, o Real Madrid estava jogando em casa e recebia a Real Sociedad para disputar uma vaga nas semifinais da Copa del Rey. Uma vaga que foi disputada até o último minuto e que acabou destinada ao time visitante. Uma zebra tão gigante que tomou conta de todo o Santiago Bernabéu.

A partida começou com Odegaard marcando as saídas de bola junto com Isak e mostrando a força da juventude do time visitante.

Logo aos 15 minutos, Januzaj chega com perigo após um passe na medida dado por Isak. Éder Militão, que fez uma boa partida, desviou a bola para escanteio.

O lance, contudo, mostrava o que estava por vir. Aproveitando as fraquezas do Real Madrid, o primeiro gol do time visitante saiu dos pés do jovem Odegaard, que contou com uma 'ajudinha' de Éder Militão.

Isak chutou forte da intermediária, Areola se esforçou para defender e o rebote parou nos pés de Odegaard. O jogador chutou e a bola passou por baixo das pernas de Militão, acabou desviando e passando também por baixo das pernas do goleiro. A sorte estava ao lado da equipe de Imanol Alguacil.

Isso parecia, mas a sorte não aparece para quem não a merece. E o time visitante mostrou que não conquistaria uma vaga nas semifinais contando simplesmente com a sorte.

O gol aconteceu apenas porque Isak teve muito espaço para chutar. O jogador não sofreu pressão de Valverde e nem de Marcelo, que poderia ter subido para ajudar a defender. Um Real Madrid que apresentava um problema evidente e que precisa urgentemente ser resolvido. Demérito de Zidane.

A resposta veio com Vinicius, que foi sem dúvidas o melhor jogador do Real Madrid na partida toda. Em arrancada rápida, o brasileiro chegou na linha de fundo e tocou para Benzema, mas o francês pegou mal na bola e o Real desperdiçou uma boa chance de gol.

Com Isak oferecendo mais perigo em velozes contra-ataques, o Real tentava responder com James em um belo chute de fora da área que parou nas mãos de Remiro, o goleiro da Real Sociedad que brilhou na partida.

O chute de James serviu para acordar um Real Madrid que estava abalado com o 1 a 0 no placar, mas mal sabia que o pior ainda estava por vir. 

A partir daí a Real Sociedad se fechou para chegar ao intervalo com vantagem e Vinicius voltou a oferecer perigo dando passes perigosos para Benzema e Marcelo, que paravam nas luvas de Remiro.

A Real respondia com ele novamente: Isak. O jovem estava em uma noite iluminada e quase ampliou a vantagem ainda no primeiro tempo.

Destaque também para Odegaard, se movimentando bastante e aparecendo o tempo todo quando seu time tinha a posse de bola. Um jogador jovem mas que tem uma leitura de jogo fora do comum.

O primeiro tempo acabou com um Real Madrid profundamente abalado e sem saber como fazer para alcançar pelo menos o empate e levar o jogo para a prorrogação.

O segundo tempo começou e passou num piscar de olhos para o torcedor merengue.

Já aos três minutos, Isak teve um gol anulado após receber um passe longo incrível de Odegaard na área. Mais uma jogada da dupla da Real Sociedad, tão jovem quanto letal.

Apenas cinco minutos depois, Isak por fim recebeu seu merecido prêmio. Um golaço após cruzamento de Barrentxea, pegando no ar de canhota e deixando Areola parado vendo a bola balançar sua rede e suas emoções.

Isak ainda não estava satisfeito e achava que o time da casa merecia sofrer um pouco mais. Incrivelmente após dois minutos de seu primeiro gol, Isak marcou mais um gol. Ou melhor dizendo, mais um golaço

O jovem sueco parecia que estava jogando futebol com os amigos em uma tarde de domingo e, com toda a tranquilidade, pegou a sobra de uma bola que saiu dos pés de Oyarzabal, tinha como destino Barrentxea, mas sofreu desvio no meio do caminho. Uma bomba no ângulo do gol de Areola. A Real Sociedad já estava com seu terceiro gol no placar e o Real Madrid estava completamente perdido em campo. Cada vez mais.

Esboçando uma reação, era a vez do Brasil mostrar a sua raça e mostrar que um filho teu não foge à luta.

Marcelo diminuiu a diferença para o Real Madrid. Brahim Díaz recebeu a bola de Benzema e encontrou o brasileiro livre na área. Uma bola rasteira chegou nos pés de Marcelo, que tentou um chute cruzado e a bola encontrou seu caminho para o fundo da rede.

A partir desse momento, a torcida merengue começou a cantar alto, empurrar o time e acreditar que era possível conseguir a vaga para a semifinal.

Vinicius foi um dos poucos que não se abalou e continuou oferecendo ainda mais perigo com rápidas arrancadas em contra-ataque, mas o destino estava fadado a se vestir de verde.

quarto gol da Real Sociedad apareceu com os pés de Merino e assistência dele. Sim, dele mesmo. De Isak. O homem que conseguiu fazer dois gols no Real Madrid no Santiago Bernabéu agora deu o passe para o quarto gol da sua equipe e deixou devastado um Zidane que não sabia mais o que fazer.

O gol refletiu bastante o quão perdido o time da casa estava. Merino apareceu sozinho sem marcação e apenas teve o trabalho de enfiar a bola para o fundo do gol.

Agora a situação estava ainda mais complicada: 68 minutos no placar e um Real Madrid que estava perdendo por 4 a 1.

Nessa hora, Isak é substituido arrancando aplausos de seus torcedores e pouco tempo depois entra em campo mais um brasileiro no Real Madrid: Rodrygo.

Estava mesmo nos pés brasileiros a chance da reação merengue, pois em uma jogada rápida, Vinicius conseguiu chegar na linha de fundo e cruzar no meio da área, onde Rodrygo estava esperando para jogar a bola pro fundo do gol. Segundo gol do Real Madrid. Segundo gol brasileiro.

Um eletrizante segundo estava ainda mais eletrizante com um Real Madrid tentando atacar de todas as maneiras e vendo o cronômetro se aproximar cada vez mais dos 90 minutos.

Em um acréscimo de seis minutos que pareceram 60, Nacho Fernández conseguiu diminuir a diferença aos 92 minutos. De cabeça, Nacho Fernández diminuiu após cruzamento de Benzema em uma bola sobrada de um intenso bate-rebate na área.

A partir daí, a matemática tomou conta do torcedor merengue. Tinham mais 4 minutos para conseguir mais um gol.

O clima esquentou ainda mais na partida e Gorosabel ainda foi expulso por entrada em Vinicius para parar o brasileiro no que poderia ser o lance do gol do empate. 

No último lance do jogo, Marcelo cruzou a bola perfeita para Sergio Ramos cabecear com ainda mais perfeição para o gol. Seria a chance do empate, mas Remiro fez a defesa e o juiz apitou o fim do jogo.

Um Real Madrid que sofreu com suas falhas perdeu a vaga para uma Real Sociedad que brilhou com seus jovens jogadores que souberam como ninguém aproveitar as oportunidades.

Real Sociedad é a primeira equipe a marcar quatro gols no Real Madrid no Santiago Bernabéu na Era Zidane. Uma partida que o treinador francês não esquecerá. E nem deverá esquecer.

Dilson Cassaro

Dilson Cassaro

noticias 127 RANK 13
LEITURAS 474K RANK 13
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook