noscript image

Golos, polémica e pouco mais

Priscila por Priscila @besoccer_es - 1 +10k

O Benfica venceu em Santa Maria da Feira num jogo com pouca história. Twitter @ligaportugal

Golos, polémica e pouco mais

Priscila por Priscila @besoccer_es - 1 +10k

O Benfica visitou o Feirense e voltou a assumir a liderança depois da vitória por 1-4 num jogo com pouca história em que os golos foram o ponto alto e suficiente para os três pontos.

Era o duelo mais desnívelado da 28ª jornada, o líder, Benfica, visitava o último classificado, o Feirense. Uma diferença de 51 pontos que tinha de ser combatida. 

À partida do encontro o Benfica sabia que tinha de vencer para voltar a assumir a liderança do campeonato depois da vitória do FC Porto, por seu lado, o Feirense precisa urgentemente de somar pontos para tentar escapar à descida. 

O Feirense entrou melhor e começou a surpreender! Aos 10' Edson Farias faz um grande cruzamento na direita, Sturgeon aparece ao segundo poste e cabeceia para o fundo da baliza de Vlachodimos. Abre o marcador a equipa da casa e fica Santa Maria da Feira de boca aberta. 

A partir dai, o Benfica começou a procurar o golo mas a equipa da casa estava muito bem organizada defensivamente e afastava o perigo da baliza de Caio Secco. 

O Feirense puxava da surpresa e aos 20 minutos volta a marcar. Um livre de Vitor Bruno para o fundo da baliza de Vlachodimos. Mas a polémica do encontro começa aqui. O árbitro assistente assinala fora de jogo a Briseño.

O árbitro recorre ao VAR e confirma a decisão de anular o golo. Nas imagens é impossível perceber se o jogador está efetivamente em fora-de-jogo naquele que pode ser um golo mal anulado aos da casa

O marcador mantinha-se a 1-0 mas o Benfica voltava a crescer no jogo. Remate atrás de remate que obrigavam Caio Secco a defesas constantes que mantinham os da casa em vantagem. 

E que defesas. Aos 35' Caio Secco voa para defender um grande remate de Pizzi, na recarga Taarabt remata por cima. 

Quatro minutos depois mais um lance que pode gerar polémica. O VAR analisa possível falta de Ghazal sobre Pizzi na área. A decisão acaba por ser a favor dos encarnados. O próprio Pizzi cobra a pena máxima e iguala o encontro. 

Aos 43' foi a vez de João Félix ver anulado um golo. Seferovic cruza para o português que bate Caio Secco mas estava em posição irregular. Empate no marcador e empate nos golos anulados. 

Os encarnados continuavam a pressionar e antes do intervalo conseguiram dar a volta ao marcador. O capitão dos encarnados recebe um cruzamento no segundo poste e faz o 1-2 para o Benfica. 

O encontro foi para o descanso com vantagem no marcador para os encarnados e no arranque da segunda metade Seferovic quis dilatar essa vantagem. 

E que golaço do suiço dos encarnados. Uma má saída de Caio Secco da baliza e um mau afastamento que acaba nos pés de Seferovic. O jogador das águias remata de pé esquerdo para um chapéu perfeito ao guardião do Feirense. 

Depois do golo, duas ou três ocasiões num jogo que acabou por adormecer. Arrefeceu e acabou a emoção da primeira parte. O Feirense mostrava-se incapaz de aparecer na área de Vlachodimos e o Benfica não criava oportunidades de perigo. 

Uma segunda metade em que a história deu a volta em relação à primeira. Sem grandes acontecimentos para além dos golos. Sim golos, porque aos 89' Seferovic decidiu sentenciar o duelo que já parecia sentenciado. 

Um cabeceamento do suiço para o fundo da baliza de Caio Secco estampa o resultado final de 1-4 no marcador. Seferovic bisou e assinou o seu 18º golo, mais um que os tentos marcados pelo Feirense ao longo de todo o campeonato. 

Três pontos para os encarnados que assumem novamente a liderança com os mesmos 69 pontos que os dragões. E mais uma derrota para o Feirense que já não vence no campeonato desde a segunda jornada e está cada vez mais próximo de sentenciar a sua descida. 

Priscila

Priscila

noticias 1,150 RANK 7
LEITURAS 4M RANK 7
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook