noscript image

"As equipas grandes não vivem no passado"

Priscila por Priscila @besoccer_es - 0 759

Pin Herrera fez a análise ao duelo da Taça de Portugal frente ao Sporting. EFE
Herrera fez a análise ao duelo da Taça de Portugal frente ao Sporting. EFE

"As equipas grandes não vivem no passado"

Priscila por Priscila @besoccer_es - 0 759

A final da Taça de Portugal realiza-se este sábado no Jamor e opõe FC Porto e Sporting. Héctor Herrera foi o jogador escolhido pelos dragões para fazer a análise do duelo ao lado do técnico Sérgio Conceição.

Héctor Herrera, capitão do FC Porto fez a análise do encontro da final da Taça de Portugal que se realizará este sábado no Jamor e onde enfrentarão o Sporting, apenas uma semana depois do Clássico do campeonato. 

É o último encontro de Herrera de dragão ao peito e para além de o confirmar, o médio ainda garantiu que não sabe como será mas que apenas quer vencer na sua despedida: "Eu disse que tinha sonhado que ia marcar ao Sporting no jogo do campeonato porque era verdade. Tinha falado com o mister e com a minha família em casa. Claro que sonhamos com momentos emocionantes, individuais e coletivos, mas o mais importante é terminar o jogo sendo vencedores".

Sobre o encontro, Herrera acredita que será diferente do disputado no passado fim de semana, as condições são diferentes e está em jogo um troféu: "Acho que vai ser um jogo totalmente diferente. É uma final e vai ser disputada completamente diferente do jogo do campeonato. Esperamos que tudo corra bem para o nosso lado". 

Sobre a Taça o mexicano recordou o que se passou no ano passado e garantiu que este ano quer um rumo diferente e quer vencer: "Temos tido a oportunidade de estar na última final, mas não tivemos sorte e perdemos nos penáltis. Acho que o grupo está focado em levar a Taça para casa. Queremos desfrutar do momento para fazermos o nosso melhor e conquistar a Taça". 

Herrera abordou ainda o estado da equipa depois da derrota do campeonato e garantiu que a equipa está no topo e apesar da dolorosa perda só quer olhar para o agora. "Acho que foi um golpe difícil, pois estávamos muito confiantes no campeonato. Acho que as equipas ganhadoras são isto. Não vivemos do passado, mas sim do presente e amanhã é o nosso presente. Estamos top! Estamos muito fortes, muito unidos, concentrados, ambiciosos e preparados para dar o máximo e conquistar a Taça", concluiu o capitão dos azuis e brancos. 

 

Priscila

Priscila

noticias 1,271 RANK 7
LEITURAS 5M RANK 7
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook