noscript image

Deco foi peça-chave na contratação de Fabinho

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,968

Pin Um idolo dos dragões ajudou na transferência de Fabinho para o Liverpool. Goal
Um idolo dos dragões ajudou na transferência de Fabinho para o Liverpool. Goal

Deco foi peça-chave na contratação de Fabinho

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,968

Hoje empresário, ex-craque lusobrasileiro levantou prós e contras da negociação e manteve contato com Jurgen Klopp.

Fabinho foi uma das principais contratações do Liverpool na temporada, não demorou a ganhar a confiança de Jurgen Klopp e, ao que tudo indica, vai seguir no time titular diante do Porto, na quarta-feira, no duelo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões. Um cenário que, curiosamente, ajudou a ser desenhado por um ídolo portista: Deco.

Campeão europeu com o clube português em 2003/04, o ex-meia-atacante lusobrasileiro, agora na função de empresário, participou ativamente da transferência do volante em maio do ano passado para os reds, que, na altura, tinham a forte concorrência do rival Manchester United.

Parceiro do agente português Jorge Mendes, que também cuida das carreiras de Cristiano Ronaldo, James Rodríguez e Di María, Deco foi quem traçou os prós e contras envolvendo os dois gigantes ingleses e entrou em contato com os respectivos treinadores. O Liverpool acabou por levar a melhor porque, além da tentadora proposta de 50 milhões de euros entregue ao Monaco, tinha um projeto mais consolidado. 

Klopp teve papel importante na decisão de Fabinho. Fortalecido no cargo desde 2015, o alemão conversou algumas vezes com o jogador de 25 anos durante todo o processo de negociação. A aproximação gerou bastante segurança, algo que estava em xeque com o português José Mourinho, que, na ocasião, já vivia um período conturbado nos bastidores de Old Trafford e desconfiava de uma demissão a curta prazo.

Deco, vale lembrar, também "intermediou" a transferência que mudou a carreira de Fabinho. Logo após chegar ao Fluminense, em 2010, o ex-craque de Porto, Barcelona e Chelsea "descobriu" o então lateral-direito na base do time carioca. Meses depois, sugeriu ao jogador que fosse agenciado pelo irmão Lúcio Araújo, que, na época, trabalhava na Gestifute, empresa de Jorge Mendes.

Juntos, Araújo e Mendes acertaram a venda do jovem atleta que não chegou a atuar profissionalmente no Brasil. Saiu do país com 18 anos a troco de apenas R$ 1,8 milhão para defender o Rio Ave. Antes mesmo de estrear no futebol português, foi emprestado para o Real Madrid B, sendo companheiro de time de Jesé, Nacho e Morata. Da Espanha, saiu para o Monaco, onde fez sucesso e foi campeão francês em 2016/17.

No Liverpool, Fabinho é visto como uma peça fundamental no meio-campo. Tem recebido uma boa sequência de jogos, levando a melhor na disputa com Wijnaldum e Henderson, e até o momento já fez 34 partidas oficiais e marcou um gol. Também está com moral na Seleção Brasileira, tendo presença quase que garantida na Copa América no meio do ano.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 27K RANK 1
LEITURAS 90M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook