noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Nenê volta ao Fluminense para tentar curar "dependência" da equipe

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 138

Pin Nenê tem melhorado as atuações do Fluminense. FluminenseFC
Nenê tem melhorado as atuações do Fluminense. FluminenseFC

Nenê volta ao Fluminense para tentar curar "dependência" da equipe

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 138

Desde que o meia chegou ao clube, Tricolor venceu só um jogo em que Nenê não foi titular.

Depois de ser derrotado por 3 a 0 pelo Volta Redonda, no último domingo, o Fluminense tenta se arrumar rapidamente para encarar o Macaé, na quinta-feira (02), fora de casa, no último jogo antes da semifinal da Taça Rio. Sem tempo para se preparar, o Tricolor vê no meia sua principal esperança de um futebol melhor de forma imediata.

Desde que Nenê chegou ao Fluminense, em julho do ano passado, a equipe venceu apenas um jogo em que o jogador não foi titular. O retrospecto tem ainda dois empates e três derrotas, a última delas no domingo, contra o Volta Redonda, no Engenhão.

A subida de produção ficou evidente no Brasileiro do ano passado. Depois de um começo muito ruim, com duas vitórias em dez jogos, o Fluminense subiu de produção e conquistou todas as suas outras dez vitórias na competição sob o comando de Nenê.

Neste ano, além de presente, o armador tem sido cada vez mais decisivo. Mesmo aos 38 anos, ele já marcou nove gols em 13 partidas disputadas, três deles em clássicos contra Flamengo e Botafogo.

Sua ausência, aliás, aparentemente fez mal até para Paulo Henrique Ganso. O jogador, que vinha sendo reserva e entrando durante as partidas para dar mais posse de bola à equipe, foi titular contra o Voltaço e não agradou a torcida.

Prejudicado com a expulsão de Egídio, Ganso não conseguiu ser o armador que o Flu precisava e acabou substituído no começo do segundo tempo. Araújo, seu substituto, criou duas boas chances de gol mesmo jogando metade do tempo do titular.

Vale lembrar, é claro, que o Fluminense treinou apenas oito dias desde que foi liberada a volta do futebol no Rio de Janeiro. O apressado e desorganizado retorno foi uma das justificativas para o futebol ruim apresentado, mas não explica tudo: o Volta Redonda, por exemplo, treinou apenas dois dias a mais

BeSoccer

BeSoccer

noticias 51K RANK 1
LEITURAS 142M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook