noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

O gol não tem idade e nós podemos provar

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,225

Pin O gol não tem idade e nós podemos provar. AFP/ProFootballDB
O gol não tem idade e nós podemos provar. AFP/ProFootballDB

O gol não tem idade e nós podemos provar

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,225

Acompanhe o estudo desenvolvido por ProFootballDB, o laboratório estatístico de 'BeSoccer', sobre os goleadores mais veteranos do século XXI.

Quem disse que o gol tem idade? A experiência se torna vital na cara do gol e, em muitas ocasiões, torna os marcadores ainda mais letais. Esta não é uma opinião, mas sim dos dados fornecidos por ProFootballDB, laboratório estatístico de 'BeSoccer'.

O estudo contempla o desempenho "matador" de jogadores com mais de 30 anos nas principais ligas e competições europeias para criar uma lista que classifica aqueles que mais vezes fizeram o goleiro buscar a bola no fundo da rede. Desde aposentados a jogadores ainda em atividade, tanto o total de gols quanto a média são realmente impressionantes.

No topo da lista está Cristiano Ronaldo. A estrela portuguesa, desde que completou 30 anos, tem 204 gols em 222 jogos, ou seja: ele marca 0,92 gols por jogo, apesar de já ter superado os trinta anos. Divide o pódio com Ibrahimovic, do Milan (189 gols em 245 jogos) e Di Natale (171 em 298), aposentado.

Em seguida estão Totti (136 em 324), Aduriz - aposentado recentemente - (132 em 319), Luca Toni (117 em 248), Claudio Pizarro (114 em 289), Messi (109 em 118), Alan Shearer ( 102 em 200) e Quagliarella (96 em 241). Isso, com os dados brutos; isto é, sem levar em conta quem jogou mais ou menos ou quem tem está a mais tempo na casa do 30 anos.

Com uma breve olhada na lista, chega-se a uma conclusão clara: os jogadores que envelhecem melhor como artilheiros acabam na Serie A ou registram seus melhores recordes nesta competição. A prova está no fato de que seis dos jogadores analisados estão na liga italiana ou se aposentaram ali. 

Os mais efetivos


Se a eficácia é levada em consideração, a perspectiva muda. É o que mostra a média de pontuação a partir dos 30 anos, com a qual a classificação é alterada. Cristiano Ronaldo (0,92 gols por jogo), Messi (0,92), Ibrahimovic (0,77), Di Natale (0,57), Shearer (0,51), Luca Toni (0) , 47), Totti (0,42), Aduriz (0,41), Quagliarella (0,40) e Pizarro (0,39).

A interpretação que pode ser extraída dessas mudanças na ordem é curiosa: os jogadores de hoje tendem a ser mais eficazes. Os três primeiros da lista ainda estão ativos, enquanto, conforme as seguintes posições chegam, mais aposentados aparecem.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 50K RANK 1
LEITURAS 142M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook