noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Özil desabafa após ficar de fora das listas do Arsenal

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 1,630

Pin Özil desabafa após ficar de fora das listas do Arsenal. AFP
Özil desabafa após ficar de fora das listas do Arsenal. AFP

Özil desabafa após ficar de fora das listas do Arsenal

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 1,630

Mesut Özil só deve voltar a jogar em fevereiro. O Arsenal não inscreveu o atleta na Premier League e nem na Europa League. O alemão utilizou as redes sociais para desabafar.

A situação de Özil no Arsenal ganhou mais um capítulo nessa semana. O jogador não foi inscrito pelo conjunto 'gunner' para a Liga Europa e nem para a Premier League. 

É bom lembrar que o alemão tem contrato com o time londrino até 2021 e recebe o maior salário do elenco sem sequer entrar em campo. 

O jogador utilizou as redes sociais para comentar a decisão do clube, se disse "profundamente decepcionado" e prometeu seguir trabalhando duro. 

Confira a carta escrita por Özil nas redes sociais: 

"Esta é uma mensagem difícil de escrever aos fãs do Arsenal pelos quais joguei nos últimos anos. Estou profundamente decepcionado com o fato de não ter sido inscrito para a temporada da Premier League. Ao assinar meu contrato em 2018, prometi minha lealdade ao clube que amo, o Arsenal, e me entristece que isso não tenha sido correspondido. Como acabei de descobrir, é difícil conseguir lealdade hoje em dia. Sempre tentei manter a certeza, semana após semana, de que talvez haja uma chance de voltar ao time em breve. É por isso que fiquei em silêncio até agora.

Antes da pausa para pandemia, estava muito feliz com o desenvolvimento do nosso novo técnico Mikel Arteta - tivemos uma relação positiva e eu diria que minhas performances foram muito boas. Mas então as coisas mudaram, de novo, e eu não consegui mais jogar pelo Arsenal.

O que mais eu posso dizer? Ainda me sinto em casa em Londres, ainda tenho muitos bons amigos nesta equipe, e ainda sinto uma forte conexão com a torcida deste clube. Não importa o que aconteça, vou continuar lutando pela minha chance e não vou deixar minha oitava temporada no Arsenal terminar assim. Posso prometer a você que esta decisão não mudará nada em minha mentalidade - vou continuar a treinar da melhor maneira que puder e sempre que possível usar minha voz contra a desumanidade e pela justiça".

BeSoccer

BeSoccer

noticias 59K RANK 1
LEITURAS 159M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook