noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Por causa de VAR polêmico, Chelsea é prejudicado e perde em casa

Pin Manchester United vence fora de casa. EFE/EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA
Manchester United vence fora de casa. EFE/EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Por causa de VAR polêmico, Chelsea é prejudicado e perde em casa

Dilson Cassaro por Dilson Cassaro @besoccer_es - 1 6,146

Na noite desta segunda-feira, o Chelsea recebeu o Manchester United em partida válida pela 26ª rodada da Premier League. O time da casa foi nitidamente prejudicado pelo VAR e o United saiu com a vitória.

Mais um jogo em que o VAR foi o verdadeiro protagonista. Na partida entre Chelsea e Manchester United, o time da casa foi prejudicado e acabou sofrendo a derrota.

O jogo começou começou com R. James oferecenodo perigo ao gol de De Gea, também com lances de Willian. E a resposta veio com Bruno Fernandes fazendo uma tabelinha com Fred e dando trabalho para a zaga 'blue'.

Batshuayi, que não era titular desde janeiro de 2018, entrou bem e participou das jogadas mais perigosas do seu time nesse início de jogo.

Já aos 20 minutos, uma grave agressão acontece e o VAR falha mais uma vez na Premier League. Maguire disputa uma bola com Batshuayi, cai no chão e, estando no chão, chuta os órgãos genitais do jogador do Chelsea e o lance é simplesmente ignorado pela arbitragem.

Os 30 minutos iniciais foram bastante equilibrados e, até tal minuto, nenhuma das equipes haviam chutado a gol. Um gigantesco equilíbrio entre gigantes.

Aos 44 minutos a ordem foi abalada com o gol de Martial para colocar o Manchester United à frente no placar. Wan-Bissaka fez um lindo drible pra cima de Willian e cruzou na medida para o desvio de Martial na entrada da pequena área. Uma linda jogada digna de Premier League.

Ainda no 1º tempo, Batshuayi quase faz o seu em um forte chute cruzado na área que passa raspando no gol de De Gea. Um susto que o Chelsea levou para o vestiário.

Na volta do intervalo, o Chelsea veio destinado a buscar o empate e quase consegue em lance aos 53 minutos, onde Mount pegou uma sobra na área, chutou no canto e De Gea se esticou para defender uma bola que ainda bateu na trave antes de sair.

Aos 55 minutos a polêmica com o VAR reaparece. Zouma marcou gol de cabeça em escanteio cobrado por Willian. Porém, o árbitro anulou o gol por dizer que Azpilicueta havia empurrado Williams fora do lance. A polêmica está no fato de que se vê claramente que Fred havia empurrado Azpilicueta antes. Confira o lance na primeira parte do vídeo abaixo:

Com uma bela falta direta cobrada por Bruno Fernandes na trave de Caballero, o Manchester United tentou ampliar um placar que foi ampliado novamente em jogada aérea.

Maguire subiu para cabecear em escanteio cobrado por Bruno Fernandes, se antecipando a Rüdiger e mostrando que a equipe de Lampard tem sérios problemas com esse tipo de jogada.

Aos 67 minutos Giroud entrou em campo para tentar salvar o Chelsea. Ele teria conseguido, se não fosse... o VAR.

Giroud fez um lindo gol de peixinho após cruzamento à meia-altura de Mount na pequena área. O VAR analisou a jogada e anulou o gol por conta de meio pé à frente do último zagueiro. Outro lance para deixar o fã do Chelsea cada vez mais descrente com o sistema do VAR. Veja na segunda parte do vídeo abaixo:

E com outra chance de Mount, o jogador surpreendeu e cobrou uma falta direta com a bola explodindo na trave de De Gea. Mas era tarde demais e o time de Solskjaer volta para casa com a vitória.

Com o resultado, o Manchester United pula para o sétimo lugar, três pontos atrás do próprio Chelsea e está na briga pela última vaga da Champions, ainda mais com a espera pela punição do Manchester City

Dilson Cassaro

Dilson Cassaro

noticias 138 RANK 13
LEITURAS 512K RANK 13
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook