noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Rodrigo Caio avalia impacto do Flamengo sem torcida no Brasileirão 2020

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 124

Pin Rodrigo Caio avalia impacto do Flamengo sem torcida no Brasileirão 2020. Goal
Rodrigo Caio avalia impacto do Flamengo sem torcida no Brasileirão 2020. Goal

Rodrigo Caio avalia impacto do Flamengo sem torcida no Brasileirão 2020

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 124

Apesar de acreditar em maior igualdade entre os times, o zagueiro promete que o time não vai deixar o favoritismo escapar

O "fator casa” realmente é um diferencial para o Flamengo, que tem sempre junto a apaixonada Nação Rubro-Negra para apoiá-lo em seus jogos, principalmente dentro do Maracanã. Mas não agora, com portões fechados. Rodrigo Caio, porém, promete que isso não vai afetar o desempenho do time dentro de campo.

A pandemia do coronavírus Covid-19 está forçando algumas novas medidas no mundo, e no futebol não é diferente. Para que a bola pudesse voltar a rolar, a condição foi de manter os portões fechados e a torcida fora das arquibancadas. 

Enquanto um estudo feito pelo Globoesporte.com mostrou o influência dos estádios vazios na Europa - os  mandantes tiveram menos vitórias porém mais cartões e falta contra si -, Rodrigo Caio, diz confiar na equipe do Flamengo: “Não tenho dúvidas de que o Flamengo vai fazer uma grande competição". 

Na entrevista ao podcast do Flamengo, do Globoesporte.com, o zagueiro admitiu que a ausência da torcida deve dar mais equilíbrio ao jogo, ainda mais para um time com uma torcida tão grande quanto a do Rubro-Negro. “Hoje, você jogar dentro de casa sem torcida, acaba igualando muito, porque não tem o 12º jogador. Ainda mais o Flamengo, que tem uma Nação, uma torcida que apoia do começo ao fim”.

O zagueiro, exaltando a importância da torcida, porém, indicou que o time já tem um caminho para não deixar que a distância do flamenguista os afete: “No Maracanã, 60, 70 mil torcedores... era diferente. A atmosfera era diferente, mas nós estamos nos preparando para isso e acho que o mais importante é que a gente esteja mentalmente com a cabeça equilibrada, concentrada, para que a gente faça somente o que a gente sabe dentro de campo”.

E isso não é só no Brasileirão. O zagueiro ainda afirmou que a postura que o Flamengo promete é válida também para as outras competições - Libertadores e Copa do Brasil. “Pela qualidade do nosso elenco a gente tem que brigar por todas as competições”, cravou.

Qualidade que ele acredita que traga uma mais responsabilidade ao Rubro-Negro: O Flamengo é o time, hoje, a ser batido no Brasil, e isso nos dá uma responsabilidade maior”.

O Flamengo estreia no Campeonato Brasileiro para defender o título neste domingo (9), contra o Atlético-MG, no Maracanã, a partir das 16h (de Brasília).

BeSoccer

BeSoccer

noticias 55K RANK 1
LEITURAS 153M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook