noscript image

Wendell deseja voltar à Seleção brasileira, desta vez para se estrear

João Sampaio por João Sampaio @besoccer_pt - 0 699

Pin Wendell já foi chamado por Tite uma vez, faltou a estreia em campo. Twitter
Wendell já foi chamado por Tite uma vez, faltou a estreia em campo. Twitter

Wendell deseja voltar à Seleção brasileira, desta vez para se estrear

João Sampaio por João Sampaio @besoccer_pt - 0 699

Lateral esquerdo que alinha no Leverkusen comparou ainda as equipes do Brasil e da Alemanha.

Wendell se vem destacando na Bundesliga desde que lá chegou, no verão de 2014, e recentemente foi chamado por Tite à Seleção brasileira, mas acabou por não se estrear. Um desejo e sonho que o lateral esquerdo tem, e que em entrevista à 'Goal Brasil' ele contou. Mas temas como as Olímpiadas 'em casa' e as diferenças entre as Seleções do Brasil e da Alemanha, atuais, também foram abordados pelo jogador de 24 anos.

Goal – A grande frustração da sua carreira até aqui foi não ter ido para as Olimpíadas, principalmente por causa da lesão que você teve dois meses antes?

Não digo que foi uma frustração, mas sim um plano de Deus. Depois, tive a oportunidade de ser convocado para a Seleção principal ainda. Claro que queria estar nas Olimpíadas, fico um pouco triste de não ter feito parte daquele grupo campeão, mas o mais importante foi o Brasil ter conseguido a tão sonhada medalha de ouro.

Goal – Falando nisso, como foi ter sido convocado para a Seleção principal e o que falar do Tite? Faltou só estrear?

Só de ter convivido com grandes nomes do futebol brasileiro e ter feito parte do grupo foi um sonho realizado. Espero a médio, longo ou até em curto prazo ser lembrado mais uma vez. Venho trabalhando forte no Bayer e sei que na hora certa vou conseguir trabalhar mais uma vez com o Tite, que é o grande treinador do futebol brasileiro nos últimos anos. Ele fez do Corinthians um clube multicampeão, então só de ter trabalhado com ele e seus auxiliares por alguns dias foi uma experiência bacana e que me trouxe muitos benefícios.  O sonho de toda criança é chegar à Seleção. Graças a Deus fui coroado e espero voltar um dia.

Goal – Você que vai pro seu quarto ano aí na Alemanha consegue dizer o que faz com que hoje a seleção alemã esteja tão forte?

Acho que a principal responsável por todo esse sucesso é a base e a linha de trabalho. Em 2006, eles dizem aqui que não apostavam que passariam nem da primeira fase e chegaram até a semifinal, depois o (Joachim) Low, que era o auxiliar, assumiu a seleção alemã e daí em diante eles trabalharam muito com um novo conceito de futebol. Depois, aos poucos, começaram a alcançar coisas importantes com as seleções de base e a principal e vão chegar como uma das favoritas na Rússia.

Goal – Acha que o Brasil pode ser apontado ao lado da Alemanha como favorito ao título da Copa do Mundo?

As duas seleções chegarão muito fortes. Para mim, o Brasil está jogando até mais do que a Alemanha. O que o Tite vem implantando está fazendo com que a Seleção volte a crescer. Os alemães também falam desse bom momento que estamos tendo.  Esperamos que o Brasil possa chegar preparado e conquiste o título da Copa do Mundo.

João Sampaio

João Sampaio

noticias 4,663 RANK 3
LEITURAS 12M RANK 3
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook