noscript image

Em meio a pressão, Flamengo trabalha por pelo menos quatro reforços

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 274

Pin Em meio a pressão, Flamengo trabalha por pelo menos quatro reforços
Em meio a pressão, Flamengo trabalha por pelo menos quatro reforços

Em meio a pressão, Flamengo trabalha por pelo menos quatro reforços

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 274

Dupla responsável por contratações completa 15 dias na Europa e vive expectativa por Rafinha, Jemerson e Filipe Luís

Em meio ao turbilhão de emoções que o Flamengo tem vivido, a cúpula do futebol Rubro-Negro tenta se concentrar na contratação de reforços para o restante da temporada. Com Marcos Braz e Bruno Spindel ainda na Europa, a expectativa da diretoria é de que a dupla volte com pelo menos um nome na bagagem. 

O mais próximo é o lateral-direito Rafinha. O clube trata a negociação como bem encaminhada e espera apenas o final dos compromissos do jogador com o Bayern de Munique para que ele anuncie publicamente o acerto com o Rubro-Negro. No entanto, a zaga é outro setor que empolga os dirigentes. Com Jemerson na mira, o Flamengo vive a expectativa de um acerto com o Monaco para, enfim, trazer o tão sonhado parceiro de Rodrigo Caio para Abel Braga.

Para a posição, no entanto, a diretoria acredita que precisará de mais um nome já que Rhodolfo não consegue ter sequência e está na lista dos negociáveis. O ataque, que antes não era um problema, também está sendo avaliado. A possível saída de Uribe para o Santos e a fase ruim de Gabigol são motivos para ficar de olho no mercado.

 

Filipe Luís, outro alvo da diretoria, está na Granja Comary com a Seleção Brasileira e pretende anunciar o futuro somente depois da Copa América. O jogador, Rubro-Negro na infância, deu preferência ao Atlético de Madrid, mas quer um contrato mais longo o que o oferecido pelo clube espanhol. A intenção é ficar pelo menos mais três anos antes de se aposentar. Com Renê e Trauco na posição, o Flamengo não vê problema em esperar.

A cúpula do futebol segue a mesma linha de janeiro, com a intenção de trazer reforços de peso e principalmente pontuais,  com a possibilidade de chegar e assumir vaga entre os titulares. A pressão externa é encarada como algo mais político do que de fato uma insatisfação da torcida com o que vem sendo feito no departamento. 

 

Antes da parada para a Copa América, o Flamengo tem pela frente os jogos contra Atlético-PR, Fortaleza, Corinthians(jogo da volta da Copa do Brasil), o clássico contra o Fluminense e o CSA, em Brasília. A sequência será de extrema importância para que Abel Braga siga no comando técnico.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 29K RANK 1
LEITURAS 97M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook