noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

Longevidade de Cristiano Ronaldo se explica no Dínamo de Kiev

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 2,437

Pin Longevidade de Cristiano Ronaldo se explica no Dínamo. EFE
Longevidade de Cristiano Ronaldo se explica no Dínamo. EFE

Longevidade de Cristiano Ronaldo se explica no Dínamo de Kiev

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 2,437

O português não marcava contra os ucranianos desde 2007, quando ainda atuava pelo United e hoje, aos 35 anos, repetiu o feito.

Depois de 13 anos Cristiano Ronaldo repete um feito: marcar contra o Dínamo de Kiev. Hoje jogando pela Juventus, o atacante havia feito seu último gol nos ucranianaos quando ainda atuava pelo Manchester United, em 2007, 13 anos atrás.

No jogo de ida entre Juventus e Dínamo de Kiev, Cristiano Ronaldo estava infectado pelo novo coronavírus, da Covid-19, e pôde atuar na vitória por 2 a 0, ainda na primeira rodada da Liga dos Campeões. Desta vez, pela quinta jornada, o português não só entrou em campo como marcou um dos três gols da vitória italiana fora de casa - além dele, Federico Chiesa e Álvaro Morata também anotaram os deles. 

Ao empurrar a bola para fazer o 2 a 0, já no segundo tempo, Ronaldo marcou contra o Dínamo de Kiev pela primeira vez depois de 13 anos e 25 dias, desde que deixou três em duas partidas disputadas em 2007. Na época, o atacante ainda defendia o Manchester United.

Assim, o português quebrou o recorde da Liga dos Campeões, antes pertencente a Gerard Piqué, de maior intervalo entre gols marcados contra o mesmo adversário. O zagueiro do Barcelona, contra o mesmo Dínamo de Kiev, teve 12 anos e 363 dias de diferença entre dois gols nos ucranianos, entre entre novembro de 2007 e novembro de 2020 - na mesma fase de grupos em que Cristiano quebrou sua marca.

Além do recorde, o gol também simboliza a longevidade de um atacante que, aos 35 anos, continua marcando contra o mesmo adversário que teve como vítima aos 22 anos. Desde então, a carreira do português deslanchou: cinco vezes o melhor do mundo, conquistou mais quatro taças de Champions - além da conquistada em 2007/08 pelo United - e diversos títulos nacionais por seus times.

Já classificada para as oitavas de final, a Juventus de Cristiano Ronaldo faz a última partida da fase de grupos na terça-feira (8), justamente contra o Barcelona, de Piqué e Lionel Messi, podendo ser a tão aguardada partida de reecontro dos dois melhores do mundo. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 61K RANK 1
LEITURAS 163M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook