noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Mundial de Clubes 2021: sedes, datas e mais

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,274

Pin Mundial de Clubes 2021: sedes, datas e mais. Goal
Mundial de Clubes 2021: sedes, datas e mais. Goal

Mundial de Clubes 2021: sedes, datas e mais

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,274

Oito cidades receberão partidas da primeira edição com o novo formato, ampliado para 24 equipes a serem disputadas a cada quatro anos.

A Associação Chinesa de Futebol (CFA) anunciou nesse sábado (28) as oito cidades que sediarão a edição de 2021 da Copa do Mundo de Clubes, a primeira com o formato expandido para 24 equipes e a partir de então a cada quatro anos.

Xangai, Tianjin, Guangzhou, Wuhan, Shenyang, Ji'nan, Hangzhou e Dalian são as cidades que receberão partidas da competição, que será realizada de 17 de junho a 4 de julho.

Como campeões da Liga dos Campeões e da Europa League nas duas últimas temporadas, Real Madrid, Atlético de Madrid, Liverpool e Chelsea já têm seu lugar garantido nesta edição. Os campeões das edições 2019/20 e 2020/21 das competições continentais se juntarão aos citados anteriormente. Se algum clube se repetir como campeão, os lugares restantes serão determinados com o coeficiente de clubes da UEFA. Neste momento, a equipe mais bem posicionada para aproveitar essa opção é o FC Barcelona.

Quando será o torneio?

A primeira edição acontecerá entre 17 de junho e 4 de julho de 2021. Será disputado a cada quatro anos.

Onde será disputado?

Embora tenha sido especulado sobre a possibilidade de ser jogado na América do Sul, mais precisamente na Argentina, foi finalmente definido em 24 de outubro que a sede será a China.

Xangai, Tianjin, Guangzhou, Wuhan, Shenyang, Ji'nan, Hangzhou e Dalian são as cidades que receberão partidas da competição.

Qual será o formato?

A competição será composta por 8 clubes da Europa, 6 da América do Sul, 3 da Concacaf, 3 da África, 3 da Ásia e 1 da Oceania.

Em grupos de três equipes, os campeões da Liga dos Campeões e da Europa League das quatro últimas edições (Real Madrid, Atlético de Madrid, Liverpool e Chelsea já estão classificados) enfrentarão as seis equipes sul-americanas (quatro das seis serão os campeões das duas últimas edições da Copa Libertadores e da Copa da América do Sul, em 2019 e 2020; ou seja, o Independiente del Valle e o Flamengo já ocupam o seu lugar), os três da África, Ásia e CONCACAF e o restante da Oceania.

O líder de cada grupo acessa as quartas de final. Se o mesmo time for campeão mais de uma vez durante os quatro anos de cada período, ele substituirá o próximo classificado no ranking de cada confederação continental.

Que financia a realização?

O novo projeto da FIFA é apoiado pelo consórcio japonês Softbank, que pagará entre 12 e 15 milhões de euros até 2029 pela realização da nova Copa do Mundo de Clubes.

Como se convence as equipes?

A FIFA procura atrair grandes clubes europeus com dinheiro, logicamente. A receita gerada pelo formato atual, com onze triunfos de clubes europeus por apenas dois sul-americanos, mal atingiu 110 milhões de euros nos últimos três anos, em um período entre 2015 e 2018.

O novo torneio da FIFA de 2021 se multiplicará, com 50 milhões apenas para participar. Como 'Goal' verificou, uma vez descontadas as despesas planejadas pela organização, 25% seriam direcionadas às diferentes confederações (UEFA, CONMENBOL, etc.), enquanto quase os 75% restantes serão distribuídos pelos 24 clubes participantes.

Diferentes fontes próximas à FIFA consultadas pela Goal indicam que existem muitos clubes que apóiam o novo projeto da Copa do Mundo de Clubes, já que pelo simples fato de participar do torneio, cerca de 50 milhões de euros seriam garantidos. Um remanescente de dinheiro vital para os grandes clubes.

O grande pedaço do bolo, o prêmio para o time que conseguiu ser campeão, seria um lanche apetitoso: cerca de 115 milhões de euros para o vencedor do torneio.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 50K RANK 1
LEITURAS 142M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook