Copa do Mundo é vitrine de compras para o Real Madrid

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 6,723

Pin Thibaut Courtois foi o alvo do Real nesse Mundial. Goal
Thibaut Courtois foi o alvo do Real nesse Mundial. Goal

Copa do Mundo é vitrine de compras para o Real Madrid

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 6,723

Desde que Ronaldo Fenômeno chegou ao Bernabéu, a cada quatro anos um grande destaque veste a camisa merengue.

A Copa do Mundo é o principal torneio do futebol, o grande palco de exibição e glória da modalidade. E desde 2002 também é uma vitrine especial para o Real Madrid contratar alguns dos maiores destaques da competição.

Coincidentemente, este período de 16 anos compreende grande parte dos mandatos de Florentino Pérez na cadeira principal do Santiago Bernabéu (a primeira de 2000 a 2006, a segunda desde 2009). O eterno presidente madridista, que dá nome ao estádio do clube, aliás, é a grande inspiração para Florentino exatamente por ter iniciado a tradição de colocar a camisa branca nos melhores jogadores do mundo – após o título brasileiro de 1958, por exemplo, Didi foi contratado pelo Real Madrid.

Em 2002, Ronaldo chegou ao Real Madrid pouco tempo depois de ter sido consagrado campeão do mundo com o Brasil. Era a época do time ‘Galáctico’, que reuniu grandes astros, embora tenha feito mais a festa de marqueteiros do que tenha trazido, efetivamente, os títulos espetaculares que se esperavam.

A contratação de Fabio Cannavaro, capitão da Itália no Mundial de 2006, foi uma exceção. Por ter sido contratado em meio à administração de Ramón Calderón, mas principalmente porque o zagueiro só chegou por causa do rebaixamento da Juventus após o escândalo de manipulação de resultados (conhecido também como calciopoli).

Em 2010, além de seus cinco jogadores campeões mundiais pela Espanha, o Real Madrid – novamente presidido por Florentino Pérez - trouxe Sami Khedira e Mesut Ozil, meio-campistas que foram os grandes destaques da Alemanha semifinalista. Quatro anos mais tarde, outro alemão que brilhava no setor: Toni Kroos levantou a taça no Maracanã e pouco depois foi apresentado no estádio Santiago Bernabéu.

O mais novo nome que entra nesta lista é Thibaut Courtois, eleito melhor goleiro no Mundial de 2018 realizado na Rússia, e peça vital para a melhor Bélgica de todos os tempos.

Curiosidade

• Em sua história, o Real Madrid teve 11 jogadores campeões do mundo. Raphael Varane, zagueiro francês, foi o último a entrar na lista.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 19K RANK 1
LEITURAS 63M RANK 1
Mais notícias do autor
Cookies use: We use our own and third party "cookies" to improve our services, develop statistical analysis, analyse browsing habits and create interest groups. This allows us to customise the content we offer and show related advertising to your preferences. We also share this browsing analysis and interest groups with third parties. To continue browsing, please accept its use. Mais info e configurações. Aceitar

Follow BeSoccer on Facebook